UFC Vegas 6: Derrick Lewis atropela o experiente Oleinik

Fazendo a luta principal do UFC Las Vegas (oficialmente UFC Fight Night 174 ou UFC on ESPN+ 32), Derrick Lewis (24-7-0) venceu Aleksei Oleinik (59-14-1) de forma brutal, com um nocaute técnico no segundo round. Oleinik é hoje o lutador mais experiente no MMA. Com mais de 4 décadas de luta (ele luta desde a década de 1990!), Oleinik tem uma série de finalizações (dos mais variados tipos) em seu cartel e quase pegou Lewis (em um estrangulamento no primeiro round). Porém, o norte-americano entrou no segundo round decidido a terminar a luta, acertando um poderoso golpe no rosto de Oleinik, levando-o a nocaute (após uma sequência de golpes contundentes).


Na segunda luta principal da noite, Chris Weidman (15-5-0) venceu por pontos (29-27, 29-27, 29-28) Omari Akhmedov (20-5-1). Weidman foi de fato dominante em todos os rounds, mas o cansaço e sua sequência de performances negativas (ele não vencia no UFC desde 2017), acabaram tirando-lhe o ímpeto no combate.

O único brasileiro representado no UFC Vegas, o paranaense Wellington Turman (16-4-0) foi nocauteado pelo norte-americano Andrew Sanchez (13-5-1) ainda no primeiro round. Ambos iniciaram o combate trocando duros golpes. Era questão de tempo para que alguém levasse a pior, infelizmente foi o Turman.


Card principal

Derrick Lewis “The Black Beast” vs. Aleksei Oleinik “The Boa Constrictor”

Categoria: Pesado

Derrick Lewis vence Aleksei Oleinik por nocaute técnico no 2R

Na luta principal da noite, Derrick Lewis (24-7-0) venceu Aleksei Oleinik (59-14-1) de forma brutal, com um nocaute técnico no segundo round. Oleinik é hoje o lutador mais experiente no MMA. Com mais de 4 décadas de luta (ele luta desde a década de 1990!), Oleinik tem uma série de finalizações (dos mais variados tipos) em seu cartel e quase pegou Lewis (em um estrangulamento no primeiro round). Porém, o norte-americano entrou no segundo round decidido a terminar a luta, acertando um poderoso golpe no rosto de Oleinik, levando-o a nocaute (após uma sequência de golpes contundentes).

Lewis começou o round de forma agressiva, partindo pra cima na trocação. Pouco depois, a luta foi para o chão onde Lewis se manteve na frente, desferindo golpes contundentes em Oleinik. Logo depois os dois se alternaram no chão até que Oleinik pegou Lewis em um estrangulamento. Lewis começou o segundo round de novo na agressividade. Partindo pra cima com uma joelhada voadora, seguida de uma patada de direita brutal em Oleinik. The Black Beast ainda teve que desferir uma sequência de golpes contundentes pra garantir o nocaute técnico.

Omari Akhmedov “Wolverine” vs. Chris Weidman “The All-American”

Categoria: Médios

Em uma luta de três rounds, Chris Weidman (15-5-0) venceu por pontos (29-27, 29-27, 29-28) Omari Akhmedov (20-5-1). Weidman foi de fato dominante em todos os rounds, mas o cansaço e sua sequência de performances negativas (ele não vencia no UFC desde 2017), acabaram tirando-lhe o ímpeto no combate.

O round inicial foi bastante parelho. Weidman tentou a todo momento levar a luta para o chão, enquanto Akhmedov tentou se manter em pé, como pouco sucesso. No chão, Weidman manteve-se controle, em uma posição dominante, sem sem ataques efetivos no chão. Akhmedov se saiu melhor no segundo round, sendo mais dominante em volume de golpes e contundência. Chamou atenção o cansaço de ambos, especialmente Weidman. Weidman esteve sobre controle na luta por todo o terceiro round. Seja na grade ou no chão, Weidman desferiu poucos golpes contundentes, tentativas de finalização, mas suficiente para garantir a pontuação da luta a seu favor. Apenas no minuto final, Weidman tomou mais risco e ficou mais agressivo no chão, desferindo diversas cotoveladas em Akhmedov.


“Não estou muito feliz com essa performance. Mas eu precisava dessa vitória. Eu a consegui, por isso eu não deveria estar tão chateado” disse Weidman em entrevista após o combate.


Darren Stewart “The Dentist” vs. Maki Pitolo “Coconut Bombz”

Categoria: Médios


Em uma luta encerrada ainda no primeiro round, Darren Stewart (12-5-0) venceu Maki Pitolo (13-6-0) por finalização. Stewart estava dominando o round, assumindo o centro do octógono e sempre tomando a iniciativa nos ataques. Quando levou a luta para o chão, forçou um estrangulamento, com sucesso.


Yana Kunitskaya vs. Julija Stoliarenko

Categoria: Galo (Feminino)


Em uma luta dominante, Yana Kunitskaya (13-5-1) venceu a estreante no UFC, Julija Stoliarenko (9-5-1) por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-27).


Kunitskaya fez um bom primeiro round. A russa passou boa parte do round pressionando Stoliarenko na grade, e pontuando. Em um determinado momento quase se deixou ser pega por uma guilhotina, mas bem defendida. Kunitskaya manteve a mesma estratégia no segundo round, porém foram mais golpes desferidos na grade, contra Stoliarenko. Foram socos e joelhadas no rosto e no corpo. Apenas no minuto final, Kunitskaya quase foi pega por uma chave de braço, mas muito bem defendida. No round final, Kunitskaya manteve o domínio, porém boa parte do round se transcorreu no chão dessa vez. Com a russa por cima. Quando a luta foi para a trocação em pé, Kunitskaya manteve o controle, mas o ritmo da luta foi menos intenso por conta do cansaço das duas lutadoras.


Beneil Dariush vs. Scott Holtzman “Hot Sauce”

Categoria: Peso combinado


Em uma luta rápida, Beneil Dariush (19-4-1) venceu Scott Holtzman (14-4-0) ainda no primeiro round, de forma espetacular. A luta estava bastante parelha, até que Dariush conectou uma sequência de golpes contundentes que quase levaram ao fim a luta, porém Holtzman resistiu bem. Mas não por muito tempo, faltando pouco para o fim do round, Dariush acertou uma cotovelada giratória em cheio em Holtzman, levando-o a nocaute imediato!


Por Silvio e Flavio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.