UFC Vegas 40: Norma confirma favoritismo e vence de forma dominante Aspan Ladd

Fazendo sua estreia em uma luta principal no UFC, Norma Dumont mostrou personalidade e venceu sem dificuldades a norte-americana Aspen Ladd e se afirmou como uma candidata à disputa do cinturão dos penas, atualmente pertencente à Amanda Nunes. Underdog, Ladd retornava ao UFC após quase dois anos afastadas. Durante a luta Ladd foi apática, o que irritou seu coach, que a todo momento no intervalo pediu mais combinações de golpes e agressividade, mas sem sucesso. Em sua última luta, Ladd nocauteou Yana Kunitskaya após receber uma instrução também contundente de seu mesmo coach. Dessa vez a estratégia não deu certo.


Card principal

Aspen Ladd vs. Norma Dumont

Categoria: Pena (Feminino)

Em uma luta dominante, a brasileira Norma Dumont (7-1-0) venceu Aspen Ladd (9-2-0) por decisão unânime (49-46, 49-46, 48-47) e sem surpresa.

O round inicial foi bastante equilibrado. Ambas as lutadoras passaram boa parte do round se estudando. Porém, vimos ligeira vantagem para a brasileira, pelo maior volume de jabs. O segundo round continuou bastante equilibrado, bastante semelhante ao round anterior, com uma ligeira vantagem para a brasileira. No intervalo do segundo para o terceiro, Ladd recebeu instrução de seu corner de partir mais para cima, o que aconteceu logo no inicio do round. Porém, nos poucos momentos de trocação Ladd levava a pior. Ela até tentou levar a luta para o chão em um determinado momento, mas sem sucesso. Mais uma vez, o corner de Ladd foi incisivo em pedir mais agressividade. Porém, foi a brasileira que buscou mais a luta e novamente se saiu melhor. Apenas quando a luta foi para o chão, nos momentos finais, Ladd se mostrou mais combativa. No round final Ladd foi ligeiramente melhor, mas não o suficiente para finalizar ou nocautear a brasileira ou levar a luta por pontos. Pressionar a brasileira contra a grade foi uma decisão pouco arriscada e que não a ajudou em sua missão.

Andrei Arlovski vs. Carlos Felipe

Categoria: Pesado


Pelo co-main event, Andrei Arlovski (32-20-2 NC) venceu o brasileiro Carlos Felipe (11-2-0) por decisão unânime.


O round inicial foi bastante equilibrado, com uma ligeira vantagem para Arlovski. O bielo-russo continuou melhor, mostrando maior versatilidade na trocação (desferindo socos, soco rodados, chutes…). Felipe, por outro lado, foi bastante previsível, mostrando apenas um golpe, o mata-cobra. No round final, o gás de Arlovski acabou, como sempre, e ele foi uma presa fácil para o brasileiro. Em um determinado momento do round, próximo do final, Felipe teve uma boa chance de por fim a luta, sem sucesso.

Jim Miller vs. Erick Gonzalez

Categoria: Leve


Em uma boa apresentação, o experiente Jim Miller (33-16-0) nocauteou Erick Gonzalez no inicio do segundo round. Miller acumula agora 38 lutas pelo UFC, quebrando o recorde de “Cowboy” Cerrone.


Gonzalez foi superior no round inicial. Melhor na trocação, Gonzalez esteve próximo de nocautear Miller, mas passou um sufoco no final do round. Logo no inicio do segundo round, uma direto de esquerda levou Gonzalez ao chão de imediato!


Manon Fiorot vs. Mayra Bueno Silva

Categoria: Mosca (Feminino)

Representando o Brasil, Mayra Bueno Silva (7-2-1) foi derrotada por Manon Fiorot (8-1-0) após três rounds completos. Impressionou a resistência da brasileira e sua linguagem corporal durante a luta. Apesar da grande quantidade de golpes sofridos, a brasileira não demonstrou sentir os golpes.


Fiorot foi superior no round inicial. Mayra quase não atacou a adversária, mas permaneceu bastante calma durante o round e, em diversos momentos, chegou a desdenhar doos golpes desferidos por Fiorot. Contundentes ou não, o maior volume de golpes decidiu o round em favor de Fiorot. Embora Mayra tenha atacado mais que no primeiro round, Fiorot ainda mostrou um volume muito superior de golpes desferidos no segundo round. E novamente, a brasileira não demonstrou sentir os golpes no round. No round final, Fiorot foi de fato mais contundente na trocação, chegando a tirar sangue da brasileira. Não foi o melhor dia para Mayra, que praticamente foi anulado durante todos os rounds.

Nate Landwehr vs. Ludovit Klein

Categoria: Pena


Na primeira luta do card principal, Nate Landwehr (15-4-0) venceu Ludovit Klein (17-4-0) por finalização no terceiro round.

Klein manteve o controle da luta no primeiro round, dominou o centro do octógono e foi ligeiramente superior na trocação. No final do round o clima esquentou e vimos uma trocação mais intensa. Da mesma forma que terminou o round anterior, o segundo round começou também com uma trocação mais intensa. Dessa vez, Landwehr se saiu melhor em pé, e também no chão, onde esteve próximo de finalizar Klein com um estrangulamento. Landwehr cresceu com com o segundo round e no terceiro ele manteve o bom momento em pé e conseguiu finalizar Klein quando a luta foi para o chão, em um estrangulamento exatamente igual ao do round anterior.

Por Silvio e Flavio Doria