UFC Vegas 39: Striking de Marina Rodriguez supera o Jiu-Jitsu de Mackenzie Dern

As brasileiras Mackenzie Dern (11-2-0) e Marina Rodriguez (15-1-2) travaram o principal duelo do UFC Vegas 39 (UFC Fight Night 194). Apesar de considerada zebra na luta, Marina conseguiu impor seu "striking game" sobre o jiu-jitsu afiado de Dern. Terminada a luta, Marina não quis escolher uma adversária e deixou nas mãos da organização a escolha. Mas afirmou estar preparada caso apareça uma oportunidade para disputar uma chance ao cinturão, caso alguma luta acima dela no ranking se machuque. Pelo co-main event, Randy Brown (14-4-0) venceu Jared Gooden (18-7-0) por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27) em uma luta de três rounds completos.


Card principal


Mackenzie Dern vs. Marina Rodriguez

Categoria: Palha

Em uma luta bastante aguardada pelos fãs brasileiros, Mackenzie Dern (11-2-0) e Marina Rodriguez (15-1-2) se enfrentaram pela divisão palha do feminino. Marina levou a melhor e teve seu braço erguido por decisão (49-46 x3) dos juizes.

O round inicial foi bastante parelho, de difícil pontuação, mas vimos ligeira uma vantagem para Marina, que consegui pressionar por mais tempo Dern, inclusive na grade, perto do fim. Dern pareceu bastante afoita em alguns momentos para derrubar Marina. No segundo round vimos uma verdadeira batalha no chão. Marina conseguiu se defender de uma queda e caiu por cima de Dern, que logo assumiu vantagem no chão. Marina até tentou uma finalização, sem sucesso. Mas foi Dern que levou a melhor no chão (e no round). No terceiro round, a luta se transcorreu 100% em pé, onde Marina levou vantagem. Mais cansada, Dern não conseguiu levar a luta para o chão, onde ela poderia levar vantagem. Apenas nos segundos finais ela conseguiu uma boa queda, mas não teve tempo de desenvolver seu jogo de chão. Marina, por outro lado, mostrou uma boa performance em pé, atingindo Dern com bons golpes. No quinto e último round, novamente Marina foi superior na trocação, o que a garantiu mais um round a seu favor.


Randy Brown vs. Jared Gooden

Categoria: Meio-Médio


Em uma luta de três rounds completos, Randy Brown (14-4-0) venceu Jared Gooden (18-7-0) por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27).


No começo da luta, Brown quase acertou uma joelhada voadora em Gooden e, curiosamente, seu dedo ficou preso na grade. O movimento, segundo os comentaristas da transmissão oficial, provavelmente quebrou um de seus dedos do pé, afetando sua movimentação durante a luta. Embora Brown tenha vencido todos os rounds em nossa visão, ele não conseguiu impor um ritmo forte sobre Gooden, que o levasse a nocautea-lo ou por um fim fácil a luta. Em alguns momentos ele pareceu bastante confiante e displicente, chegando até a xingar Goodden e desdenhar dos seus golpes. Porém, em poucos momentos em que ele quis pressionar Gooden ele foi efetivo. Em seu melhor momento, no terceiro round, Brown acertou diversas joelhadas voadoras em Gooden, que mostrou bastante resistência, absorvendo bem todos os golpes.


Tim Elliott vs. Matheus Nicolau

Categoria: Mosca


Em uma luta equilibrada, Matheus Nicolau (17-3-1) venceu Tim Elliott (18-12-1) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).


O estilo mais agressivo e pouco ortodoxo de Elliott trouxe um bom dinamismo para a luta no round inicial. Elliott foi claramente superior, não dando espaço para Nicolau mostrar seu jogo. Mais confiante, Elliot manteve sua guarda baixa durante todo o round. Nicolau aproveitou o momento, e conseguiu conectar bons golpes na cabeça do norte-americano, o que lhe garantiu o round, empatando a luta em nossa visão. O round final foi mais equilibrado, mas vimos uma ligeira vantagem para o brasileiro, mais eficiente durante o round. Nos minutos finais, Nicolau conseguiu controlar Elliot no chão, acertando poucos golpes contundentes. Talvez o brasileiro pudesse ser mais efetivo no chão…


Sabina Mazo vs. Mariya Agapova

Categoria: Mosca

Em uma vitória contundente, Mariya Agapova (10-2-0) venceu Sabina Mazo (9-3-0) por finalização no round final, após três round de castigo na trocação em pé.

Agapova fez um bom primeiro round, usando muito bem sua envergadura na trocação contra a colombiana Mazo. Além do grande volume de golpes, Agapova conseguiu conectar alguns socos e chutes certeiros em Mazo. Agapova continuou superior no segundo round, mantendo a mesma estratégia de focar na trocação. No round final, Agapova conseguiu acertar Mazo com um golpe certeiro, levando-a ao chão imediatamente. Logo na sequência, Agapova aproveitou o momento e finalizou Mazo.

Chris Gutierrez vs. Felipe Colares

Categoria: Galo


Sem surpresa, o favorito Chris Gutierrez (17-4-2) superou o brasileiro Felipe Colares (10-3-0) ao vence-lo por decisão dividido (28–29, 30–27, 30–27).


No round inicial, ambos os lutadores se mantiveram bastante ativos. Vimos uma ligeira vantagem para Gutierrez, mais assertivo na trocação. Assim como no round anterior, Gutierrez foi superior no volume de golpes e contundência, o que lhe garantiu mais um round a seu favor, tornando o cenário de vitória para o brasileiro mais difícil. No round final, Colares não conseguiu mudar sua estratégia e, mais cansado, acabou se tornando um alvo fácil para Gutierrez. Apenas no final do round (faltando 2mins), o brasileiro tentou manter a luta no chão, mas sem sucesso.


Por Silvio e Flavio Doria