UFC Vegas 35: Barboza é nocauteado por Chikadze no 3R

Dois dos maiores strikers na divisão dos penas do UFC estiveram frente a frente nesse UFC Vegas 35 (UFC On ESPN 35). Giga Chikadze (14-2-0) conseguiu superar o brasileiro Edson Barboza (22-10-0) por nocaute técnico no começo do terceiro round. O resultado não foi um todo ruim para o Brasil, já que Rafael Cordeiro esteve no corner de Chikadze. E mais, o brasileiro foi vital na vitória de Chikadze, ao instrui-lo a explorar os jabs no terceiro round, caminho que o levou à vitória por nocaute técnico.


Além disso, o evento trouxe ainda duas finais do TUF 29 (The Ultimate Fighter 29, também chamado de The Return of The Ultimate Fighter: Team Volkanovski vs. Team Ortega). Na final do TUF dos médios, Bryan Battle conseguiu finalizar Gilbert Urbina no segundo round após um primeiro round bastante disputado. O título teve um gosto especial para Battle por diversos motivos, prestes a ter um filho, o lutador foi o último escolhido pelo time de Volkanovski durante o programa. Na luta anterior, Ricky Turcios (11-2-0) conseguiu superar Brady Hiestand (5-2-0) ao derrota-lo por decisão dividida (29–28, 28–29, 29–28). Além da vitória, Turcios recebeu o título de campeão do TUF 29, na divisão galo.


As atenções agora se voltam para o duelo do Youtuber Jake Paul e o ex-campeão do UFC, Tyron Woodley. Paul vem de um cartel de três vitórias e nenhuma derrota. Sendo as vitórias, nocautes no também Youtuber AnEsonGib, Nate Robinson e Ben Askren. Já Woodley abandonou recentemente o UFC, onde chegou a reinar por mais de dois anos como o detentor do cinturão dos médios, após perder para o atual campeão, Kamaru Usman. Desde então ele vem de quatro derrotas consecutivas.


Card principal

Edson Barboza vs. Giga Chikadze

Categoria: Pena

Fazendo a principal luta da noite, e a melhor diga-se de passagem, Giga Chikadze (14-2-0) venceu o brasileiro Edson Barboza (22-10-0) por nocaute técnico no começo do terceiro round.


O primeiro round começou bastante estudado, sem muitos ataques, mas a partir do meio do round ambos começaram a se soltar mais, com bons chutes dos dois lados. Chikadze se saiu melhor. No final do round ele pareceu mais confiante e começou a desferir poderosos chutes em Barboza, em todos os ângulos, baixos (pernas) ou altos (cabeça). No segundo round, apesar de Barboza ter dominado o centro do octógono, tentando encurralar Chikadze, foi ele quem levou a pior, sendo atingido por diversos golpes de encontro. Barboza pareceu bastante focado em explorar os body shots (golpes no corpo), uma de suas caracteristicas. Mas o volume de golpes de Chikadze foi maior, garantindo a pontuação novamente para seu lado. No round seguinte, seguindo o conselho do seu coach, o brasileiro Rafael Cordeiro, Chikadze usou mais seus jabs, até então pouco explorados na luta, e conseguiu deixar o brasileiro zonzo. A partir daí, Chikadze partiu para a cima com a sequência de golpes contundentes. A luta foi para o chão, onde Chikadze continuou pressionando o brasileiro, que conseguiu se desvencilhar de uma tentativa de finalização mas foi pego por uma sequência brutal de golpes contundentes após se levantar. Desde o inicio do round, Barboza já dava sinais que havia sentido os jabs de Chikadze. Era uma questão de tempo.

Bryan Battle vs. Gilbert Urbina

Categoria: Médio (Final do TUF 29)

Em outra final do TUF 29, desta vez na divisão dos médios, Bryan Battle conseguiu finalizar Gilbert Urbina no segundo round após um primeiro round bastante disputado. O título teve um gosto especial para Battle por diversos motivos, prestes a ter um filho, o lutador foi o último escolhido pelo time de Volkanovski durante o programa.

Ricky Turcios vs. Brady Hiestand

Categoria: Galo (Final do TUF 29)

Ricky Turcios (11-2-0) conseguiu superar Brady Hiestand (5-2-0) ao derrota-lo por decisão dividida (29–28, 28–29, 29–28). Além da vitória, Turcios recebeu o título de campeão do TUF 29, na divisão galo.

O round inicial foi bastante movimentado e parelho, mas vimos uma pequena vantagem para Hiestand. No final do round, foi Turcios que cresceu. Hiestand continuou na frente no segundo round, conseguindo aplicar alguns bons golpes contundentes em Turcios. No round final, a luta continuou bastante equilibrado, porém Turcios mostrou mais disposição, sobretudo no minuto final, o que pode ter impressionado os árbitros de mesa. Ao final, Turcios levou a melhor, levando a luta por decisão dividida (29–28, 28–29, 29–28).

Kevin Lee vs. Daniel Rodriguez

Categoria: Meio-Médio

Mesmo assumindo a luta de última hora (2 semanas de antecedência), Daniel Rodriguez (17-2-0) venceu o favorito Kevin Lee (18-7-0) em uma decisão por pontos (29-28, 29-28, 29-28).


Apesar de não ter sido tão efetivo, Kevin Lee conseguiu controlar boa parte do round, garantindo a pontuação a seu favor. O segundo round foi mais parelho. Porém, dessa vez vimos uma ligeira vantagem para Rodriguez, superior em volume e contundência de golpes. No final do round, Lee chegou a cambalear após levar um poderoso golpe de Rodriguez. Rodriguez continuou melhor no round final, mostrando mais disposição na trocação em pé, onde novamente foi superior em volume de golpes.


Andre Petroski vs. Micheal Gillmore

Categoria: Médio

Em uma luta empolgante, Andre Petroski (6-2-0) venceu Micheal Gillmore (6-4-0) por nocaute técnico no round final.

Petroski fez um bom primeiro round, dominando Gillmore em praticamente metade do round. Após derruba-lo, no meio do round, Petroski foi bastante ativo no chão, mas sem conseguir a finalização. Em outro bom momento no round, ele projetou Gillmore e o atirou no meio do octógono. O segundo round foi mais parelho, porém vimos uma ligeira vantagem para Gillmore, por ter tomado mais a iniciativa no round. Ciente de que precisava do round, Petroski focou onde ele mostrou dominância no round inicial, no jogo de chão. Após derrubar Gillmore, ele conseguiu uma boa posição de montada que lhe permitiu desferir uma série de golpes contundentes, garantindo uma vitória por nocaute técnico.


Makhmud Muradov vs. Gerald Meerschaert

Categoria: Médio

Na primeira luta do card principal, Gerald Meerschaert (33-14-0) venceu Makhmud Muradov (25-7-0) por finalização no segundo round, garantindo duas vitórias consecutivas para o seu card.

Meerschaert começou o round inicial partindo para cima sem rodeios, mas após o pequeno intervalo no round por conta de um dedo no olho, foi seu Muradov que veio forte. Por diversas vezes seus golpes contundentes fizeram Meerschaert literalmente balançar. No final do round, o jogo chegou a virar, com Muradov sofrendo uma pressão enorme. No segundo round, Meerschaert e Muradov estavam trocando duros golpes, até que Meerschaert conseguiu levar a luta para o chão, passou para as costas de Muradov e o estrangulou em um movimento perfeito.

Por Silvio e Flavio Doria