UFC Vegas 17: Último evento do ano de 2020

O UFC Fight Night: Thompson vs. Neal encerrou as atividades da organização para o ano de 2020 em grande estilo. Pela luta principal, Stephen Thompson venceu Geoff Neal por decisão unânime (50-45, 50-45, 50-45) em uma batalha de cinco rounds. Na luta anterior, Jose Aldo voltou a vencer, ao derrotar Marlon Vera por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28). Foi uma vitória importante para Aldo, que vinha de três derrotas consecutivas. Além disso, Aldo mostrou um excelente condicionamento físico (cardio), o que não ocorria há muito tempo. Outro brasileiro a brilhar no card principal foi Michel Pereira. O brasileiro venceu Khaos Williams por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28) em três rounds sem margem para dúvidas. A decepção da noite ficou por conta de Marlon Moraes, nocauteado ainda no primeiro round.


Card Principal


Stephen Thompson x Geoff Neal

Categoria: Peso-meio-médio

Em uma batalha de cinco rounds, Stephen Thompson venceu Geoff Neal por decisão unânime (50-45, 50-45, 50-45).


No round inicial, mesmo recuando todo o momento, Thompson foi superior, mostrando maior acurácia nos golpes. No final do round, ambos tiveram um choque de cabeça não intencional, levando um corte profundo no supercílio de Thomspon e também de Neal. No round seguinte, Thompson continuou na frente, com a mesma estratégia, recuando e atacando rapidamente, sobretudo com chutes. No terceiro round, novamente Thompson foi melhor, porém Neal atacou mais mais neste round, porém a cada golpe desferido, Neal abaixava a guarda, dando espaço para o rápido e preciso Thompson. O ritmo foi semelhante no quarto round, porém no intervalo para o último round, Thompson reclamou bastante de uma lesão na perna (na região do joelho). No round final a trocação foi mais intensa de ambos os lados. Ao final da luta ficou evidente o tamanho da força dos golpes de Neal. Apesar de Thompson ter levado todos os rounds, alguns por ampla margem, ele saiu com bastante danos, no rosto e nas pernas.


José Aldo vs. Marlon Vera

Categoria: Peso-galo

Sem margem para dúvidas, José Aldo venceu Marlon Vera por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28). Foi uma vitória importante para Aldo, que vinha de três derrotas consecutivas.


Aldo foi superior no primeiro round. Os melhores momentos do brasileiro foram os poderosos golpes na linha de cintura de Vera. Aldo continuou na frente no round seguinte. Aldo foi mais agressivo nos golpes. O peso dos golpes de Aldo eram tão fortes que Vera em alguns momentos em que atacava ele logo se recuava com a guarda fechada já esperando os golpes do brasileiro. Ao contrário do que se via nas últimas lutas de Aldo, seu cardio parecia em dia. No intervalo do último round, o brasileiro até tinha fôlego para discutir a estratégia da luta com Dedé Pederneiras. Iniciado o round final, Aldo partiu para as costas de Vera e permaneceu na posição quase todo o round. Vera que estava no chão, se levantou, foi para o chão e mesmo assim, Aldo continuou agarrado em suas costas buscando a finalização, porém sem sucesso.


Conversando com Aldo ainda no octógono, Marlon Vera disse ter ficado emocionado por dividir o octógono com o brasileiro, em um ato singelo de reverência.

Michel Pereira vs. Khaos Williams

Categoria: Peso-meio-médio

Michel Pereira venceu Khaos Williams por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28). Foram três rounds claros para o brasileiro.


O round inicial foi o mais apertado. Michel Pereira respeitou bastante a trocação de Williams e não mostrou seu arsenal de golpes plásticos (e de nomes inusitados). O segundo round se encaminhava da mesma forma, com uma ligeira vantagem para o brasileiro, até o brasileiro em um movimento rápido, foi para as costas de Williams e o pegou em um estrangulamento. Williams foi salvo pelo gongo, literalmente. No round final, ciente da vantagem por pontos, Michel Pereira buscou não se expor na trocação e levou a luta para o chão.


Na entrevista pós-luta, Michel Pereira em um inglês monossilábico, desafiou o Anthony Pettis em uma luta daqui duas semanas. Segundo o brasileiro, ele deveria lutar com Pettis, mas o norte-americano alegou uma lesão e desistiu do casamento da luta, porém aceitou outra luta no mesmo card do brasileiro.


Marlon Moraes vs. Rob Font

Categoria: Peso-galo

Em uma luta de apenas um round, Marlon Moraes foi derrotado por Rob Font. Marlon começou melhor a luta, com uma trocação afiada até que quando o norte-americano partiu para cima de fato, ele acabou superando Marlon. Alguns jabs entraram em cheio em Moraes, o que deu incentivo para que Font fosse mais agressivo na sequência, obtendo o nocaute técnico.


Marcin Tybura vs. Greg Hardy

Categoria: Peso-pesado

Pela primeira luta do card principal, Marcin Tybura venceu Greg Hardy por nocoaute no segundo round.


Por: Silvio & Flavio Dória