UFC Vegas 13: Glover supera Marreta e virá top contender pelo cinturão dos pesados

Em batalha de três rounds, Glover Teixeira (32-7) venceu por finalização Thiago Marreta (21-8). Marreta começou bem a luta, com uma boa combinação de golpes em pé, porém o ground game de Glover falou mais alto. No terceiro round, após sofrer outra saraivada de golpes contundentes, Glover conseguiu derrubar Marreta e o finalizar por estrangulamento. Em entrevista pós-luta, Glover lembrou a famosa frase de Rocky Balboa: "a vida não é sobre quão duro você é capaz de bater, mas sobre quão duro você é capaz de apanhar e continuar indo em frente".


Com a vitória, Glover fica próximo de uma disputa pelo título dos meio-pesados com Jan Blachowicz. Porém, a organização parece querer dar preferência para uma super luta entre Jan Blachowicz (campeão dos meio-pesados) e Israel Adesanya (campeão dos médios).


Thiago Marreta x Glover Teixeira

Categoria: Peso-meio-pesado

Glover Teixeira vence Thiago Marreta por finalização no 3R

Em batalha de três rounds, Glover Teixeira (32-7) venceu por finalização Thiago Marreta (21-8). Com a vitória, Glover fica próximo de uma disputa pelo título dos meio-pesados com Jan Blachowicz. Porém, a organização parece querer dar preferência para uma super luta entre Jan Blachowicz (campeão dos meio-pesados) e Israel Adesanya (campeão dos médios).


Marreta começou a luta de forma contundente, com uma boa sequência de golpes, que chegaram a atordar Glover. Marreta ainda conseguiu cair sobre Glover, iniciando outra sequência de golpes contundentes muito bem absorvidos por Glover, que logo se recuperou e voltou em pé. Pouco depois Glover derrubou Marreta e permaneceu todo o restante do round sobre ele, acertando-o com diversos golpes (de pouco contundência. No segundo round, Glover usou uma de suas especialidades, o jiu-jitsu, para neutralizar Marreta e obteve certo êxito. Marreta foi totalmente neutralizado no segundo round, onde passou boa parte se defendendo no chão. Nos últiimos 4 segundos, Marreta quase foi finalizado por um estrangulamento. Marreta foi, literalmente, salvo pelo gongo. No round seguinte, Marreta voltou muito bem, se defendendo de uma tentativa de queda e acertando um poderoso golpe em Glover. Porém a experiência falou mais alto. Glover manteve o controle, derrubou Marreta e em pouco tempo conseguiu uma finalização por estrangulamento.


Andrei Arlovski x Tanner Boser

Categoria: Peso-pesado

Andrei Arlovski vence Tanner Boser por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Em uma luta comedida e bastante calculada, Andrei Arlovski (30-19-2) venceu Tanner Boser (19-8-1) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28). Com essa vitória, Arlovski alcança Diego Sanchez, como o sétimo lutador com mais vitórias na história da organização (19).


O round inicial foi bastante parelho, de difícil pontuação com boa movimentação de ambos os lados, e poucos ataques dos dois lutadores. O segundo round foi igualmente parelho. Ambos os lutadores se mantiveram ativos, buscando o momento certo e, de fato, chegaram a trocar rápidos porém intensos golpes (de ambos). O round final apresentou a mesma dinâmica. Porém, vimos ligeira vantagem para Arlovski, que apesar de menos volume, conseguiu desferir os golpes mais contundentes.


Raoni Barcelos x Khalid Taha

Categoria: Peso-galo

Raoni Barcelos vence Khalid Taha por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)

Em uma luta de três rounds completos, Raoni Barcelos (16-1) venceu Khalid Taha (13-3-1) por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27). Com a vitória, Barcelos se consolida como o quarto da divisão galo com a maior sequência de vitórias (4), após Aljamain Sterling (5), Marlon Vera (6) e Petr Yan (7).


Barcelos fez um excelente primeiro round. Em pé o brasileiro foi muito bem, alternando socos com bons chutes frontais e baixos (na altura das pernas), inclusive derrubando Taha em duas oportunidades. No chão, Barcelos também foi superior, mais ativo, buscando finalizar Taha por estrangulamento por duas ocasiões. Boa parte segundo round foi bastante parelho, com uma trocação intensa dos dois lados, porém ao final do round uma boa joelhada de Barcelos, seguida de alguns golpes contundentes deixaram fácil a decisão dos árbitros de mesa para o segundo round. No últiimo round, Barcelos se cansou mas não saiu do round sem deixar sua marca. O brasileiro conseguiu desferir bons golpes contundentes, garantindo mais um round ao seu favor.


James Simmons vs. Giga Chikadze

Categoria: Pena


Em uma luta de apenas 1 round, Giga Chikadze (12-2) venceu James Simmons (7-3) por nocaute técnico. A luta se transcorria bastante parelha, até que Chikadze acertou um poderoso chute na região abdominal de Simmons, na sequência Chikadze o acertou com um chute alto na região lateral da cabeça, levando-o ao chão. Foi ai que Chikadze aproveitou o momento e partiu para uma sequência de golpes contundentes para encerrar a luta.


Claudia Gadelha x Yan Xiaonan

Categoria: Peso-palha

Yan Xiaonan vence Claudia Gadelha por decisão unânime (29-28- 29-28, 29-28)

Xiaonan (13-1-1)ra luta do card principal Yan Xiaonan (12-1-1) venceu Claudia Gadelha (18-5) por decisão unânime (29-28- 29-28, 29-28).

A luta se iniciou com uma rápida trocação em pé, até que Gadelha passou a explorar seu jogo de chão, sua maior vantagem para a luta. No chão, Xiaonan foi neutralizada. A chinesa até conseguiu ficar de pé, mas sofrendo pressão da brasileira na grade. Pouco depois a luta voltou para o chão, com vantagem para Gadelha, que se manteve bastante ativa no chão, pontuando com alguns golpes contundentes. Ao contrário do round anterior, no segundo a luta se trancorreu 100% em pé, com ligeira vantagem para Xiaonan. A chinesa soube se movimentar bem, circulando a brasileira e acertando-a com boas trocações. Gadelha até conseguiu acertar alguns golpes na chinesa, mas pareciam bem mais fracos que os de Xiaonan. Prova disso, foram os danos no rosto de Gadelha no final do round, enquanto que Xiaonan parecia intocada. O round final foi bastante equilibrado. Gadelha tentou evitar a todo custo a trocação, levando a luta pra grade, para neutralizar Xiaonan. De fato ela conseguiu, mas não soube tirar proveito da posição, atacando muito pouco a chinesa. Por outro lado, quando a luta foi para uma trocação mais franca, Xiaonan foi mais contundente.


Por: Silvio & Flávio Dória

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.