UFC Suécia: Gustafsson se aposenta; Leonardo Santos volta com nocaute arrasador

O UFC Suécia trouxe boas surpresas nesta manhã/tarde de sábado. Pelo menos para aqueles que não estavam vendo o primeiro tempo da final da Champions League. Anthony Smith apresentou uma excelente performance na luta principal, finalizando Alexander Gustafsson por estrangulamento. Foi uma vitória contundente e que colocou Smith de volta na lista dos top contenders da divisão dos meio pesados. Pegou todos de surpresa o anúncio ainda no óctógono da aposentadoria de Gustafsson. Na segunda luta da noite, Jimi Manuwa sofreu uma derrota arrasadora para Aleksandar Rakic por nocaute. O golpe - um chute no rosto certeiro - certamente entrará para os highlights do ano do UFC. No card preliminar, Leonardo Santos foi o destaque. O brasileiro vinha de 3 anos fora do octógono e retornou do melhor jeito possível. Um nocaute incrível. Duda “Cowboyzinha” foi o destaque negativo. A brasileira foi finalizada por Bea Malecki, atleta da casa.


Card Principal


Alexander Gustafsson vs. Anthony Smith

Categoria: Meio Pesado

Anthony Smith finaliza Alexander Gustafsson no 4Round

Na luta principal do UFC Estocolmo, Anthony Smith (32-14-0) finalizou Alexander Gustafsson (18-6-0) por estrangulamento no quarto round. Smith começou muito bem a luta, aplicando uma série de chutes na altura das pernas. Os chutes mostraram efetividade, abrindo um ferimento na canela de Gustafsson, que mostrava desconforto com a lesão. No segundo round, Smith continuou na frente, mostrando bom desempenho na luta em pé. Porém no terceiro, Gustafsson retornou melhor, desferindo mais golpes. Até que no quarto round, Smith conseguiu derrubar o sueco e o finalizou com um estrangulamento. Em entrevista ainda no octogono, Alexander Gustafsson anunciou uma provavel aposentadoria.


Jimi Manuwa vs. Aleksandar Rakić (vencedor; nocaute; 1R)

Categoria: Meio Pesado

Aleksandar Rakić nocauteia Jimi Manuwa ainda no 1R

Em um nocaute inacreditável, Aleksandar Rakić (12-1-0) atropelou Jimi Manuwa (17-6-0) antes do primeiro minuto do primeiro round! Rakić acertou um chute alto certeiro no rosto de Manuwa levando-o a nocaute imediatamente. Após o nocaute, Rakić pediu para a torcida se calar, fazendo um sinal com a mão, mas logo se desculpou em entrevista ainda no octogono.


Makwan Amirkhani vs. Chris Fishgold

Categoria: Pena

Makwan Amirkhani finaliza Chris Fishgold no 2R

Praticamente lutando em casa, Makwan Amirkhani (15-3-0) conseguiu finalizar por estrangulamento Chris Fishgold (18-3-1) no segundo round, em um momento em que Fishgold estava melhor na luta.


Havia uma grande expectativa para essa luta. Makwan vinha fazendo um camp diferenciado. Ele havia dito em entrevistas durante a semana que, pela primeira vez, estava fazendo um treino completo, se sentindo inclusive um atleta profissional de fato e que estava bastante ansioso para mostrar uma boa performance no octógono. De fato, Makwan fez um boa luta e venceu um oponente duríssimo.


Damir Hadžović vs. Christos Giagos

Categoria: Leve

Christos Giagos vence Damir Hadžović por decisão unânime

Em outra luta de três rounds, Christos Giagos (17-7-0) venceu Damir Hadžović (13-5-0) por decisão unânime (29-27, 29-27, 29-28). Christos Giagos se saiu melhor no inicio do primeiro round. Com uma boa movimentação, Giagos conseguiu aplicar bons golpes e até derrubar Hadžović. Giagos iniciou o segundo round também muito bem, aplicando um belo upper cut seguido de um cruzado. Hadžović visivelmente sentiu os golpes e começou a demonstrar maior cansaço, sendo um alvo fácil para as quedas. O bom desempenho de Giagos acabou pesando no último round. Giagos começou a aparentar também um enorme cansaço. Só não esteve em risco sua luta, por que o prório Hadžović estava ainda mais cansado.


Daniel Teymur vs. Sung Bin Jo

Categoria: Pena

Teymur obtém sua primeira vitória no UFC

Na pior luta do evento até o momento, o atleta da casa, Daniel Teymur (7-3-0) venceu o estreante na organização, o sul-coreano Sung Bin Jo (9-1-0) por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28). Foi uma luta fraca, sem grande emoção. Ambos os lutadores permaneceram bastante cautelosos por todo o segundo e terceiro round. Apenas no round inicial, Daniel Teymur se mostrou mais agressivo e disposto a ganhar o combate. Pode ter pesado para ele, o fato de vir de 3 derrotas consecutivas na organização e o coreano o fato de estar fazendo sua estreia em um grande evento.


Card Preliminar


Em uma luta relativamente rápida, o espanhol Joel Alvarez (16-2-0) conseguiu sua primeira vitória no UFC (ele vinha de derrota na organização), sobre o italiano Danilo Belluardo (12-4-0). O primeiro round foi pouco empolgante, Joel Alvarez estava melhor em pé, porém foi derrubado e permaneceu por baixo se defendendo boa parte do round. No segundo round, Alvarez de novo, começou melhor em pé (de javu do primeiro round), mas foi facilmente derrubado. Porém no chão ele conseguiu reverter a posição, ficou por cima e iniciou uma série de golpes contundentes na região da cabeça de Belluardo, que permaneceu quase que imóvel, sem se defender.


Lutando pelos meio pesados, Devin Clark (10-3-0) venceu o croata, Darko Stošić (13-2-0) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28). Devin Clark foi melhor no primeiro round. O Americano começou sendo pressionado mas acertou um direto, que levou Stošić a knockdown. Em seguida, Clark ficou por cima tentando ajustar a posição, sem sucesso. Voltando em pé a luta, Stošić mostrou que também tem a mão pesada. No round seguinte, Stošić foi superior, empatando a luta na nossa visão. Na grade, Stošić chegou a levantar Clark e atira-lo ao chão, no melhor momento do round. No round decisivo, Clark foi superior, mostrando um maior volume de jogo ainda que pouco contundente. Stošić soltou poucos golpes em pé, mas com grande contundência, faltou apenas ficar mais ativo no ataque.


Lutando em casa, Bea Malecki (3-0-0) venceu facilmente a brasileira, estreante no UFC, Eduarda “Cowboyzinha” Santana (3-1-0). Eduarda “Cowboyzinha” começou bem o primeiro round. No inicio, seus jabs estavam conectando, graças a sua boa envergadura que praticamente anulou a grande diferença de altura de Bea Malecki. Quando a luta foi para o chão a brasileira quase conseguiu pegar a sueca em uma guilhotina. Porém no segundo round, a inexperiência de “Cowboyzinha” pesou. A brasileira tentou derrubar Bea, mas caiu por baixo. Experiente, a sueca foi para as costas e pegou o pescoço da brasileira. Foi só ajustar a posição e encerrou a luta por finalização.


Em uma reviravolta, Frank Camacho (22-7-0) venceu Nick Hein (14-5-0) no segundo round, na melhor luta do evento até o momento. Hein esteve melhor no primeiro round, alternando sempre golpes hora na cabeça, hora na linha de cintura. Camacho até foi para o corner no intervalo com um inchaço no olho esquerdo, consequência dos golpes de Hein. No segundo round, Camacho cresceu na luta, mostrando um maior volume de jogo até que no final do round, Hein foi encurralado na grade e não conseguiu suportar a sequência de bons golpes de Camacho e o arbitro encerrou a luta por nocaute técnico.


Inacreditável! Depois de tanto tempo fora do octógono (ele não lutava desde 2016), Leonardo Santos (17-3-1) retornou com um knockout espetacular! Ainda no primeiro round, Leonardo apresentava uma boa movimentação, aplicando bons chutes até que em um contra-golpe, Leonardo acertou um soco em cheio em Steven Ray (22-9-0), levando-o a nocaute imediato.


Em uma luta empolgante, a atleta da casa Lina Länsberg (9-4-0) venceu Tonya Evinger (19-8-0) por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-26). Em um primeiro round sangrento, a atleta da casa Lina Länsberg se saiu melhor, apesar de boa parte do round ela estar pressionado na grade. Ela conseguiu desferir uma bela cotovelada (fazendo jus a seu apelido de rainha das cotoveladas), levando um corte profundo em Tonya. Quando a luta foi para o chão, Tonya mostrou superioridade. No round seguinte, mais uma vez Länsberg conseguiu boa vantagem, mostrando superioridade no jogo de chão e maior agressividade. No round final a luta continuou empolgante. Lina Länsberg anulou o jogo de Tonya Evinger na grade. E mais uma vez, quando a luta foi para o chão, foi um passeio de Lina Länsberg no ground and pound.


Na última luta do card preliminar, pelos meio médios, Sergey Khandozhko venceu Rostem Akman por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).


Silvio Doria & Flavio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.