UFC Sacramento: Brasil leva apenas uma de três lutas no card preliminar

O Brasil foi representado no card preliminar do UFC Sacramento. Três lutadores, Sheymon Moraes, Livinha Souza e John Allan lutaram. Porém apenas, John saiu vitorioso, em uma empolgante luta. Livinha Souza, também fez uma boa luta, porém saiu derrotada para a norte-americana com nome holandês, Brianna Van Buren por decisão unânime. Sheymon foi a principal decepção. O brasileiro foi nocauteado por Andre Fili ainda no primeiro round, após levar um chute alto seguido de uma série de golpes contundentes.


Card Preliminar


Mike Rodriguez vs. John Allan

Categoria: Meio-Pesado

Arbitro Principal: Mike Beltran

John Allan vence Mike Rodriguez por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)

Na última luta do card preliminar, o brasileiro John Allan (14-5-0), estreando pelo UFC, venceu Mike Rodriguez (10-4-0) por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27) na melhor luta do card preliminar. O primeiro round foi bastante disputado, com bons momentos de ambas as partes. O destaque do round foi a guilhotina em pé aplicada pelo brasileiro, John Allan, que o colocou de volta na luta. John havia levado a pior em uma trocação franca no inicio do round. No segundo round, foi ainda melhor. O brasileiro ainda foi melhor na nossa visão. Dessa vez foram duas tentativas de finalização que trouxeram perigo para Rodriguez que foi para o corner no final do round sentido um cansaço grande. No round final, John continuou explorando (muito bem) a lado fraco de Rodriguez, o jogo de chão.


Andre Fili vs. Sheymon Moraes

Categoria: Pena

Andre Fili vence Sheymon Moraes por nocaute no 1R

Andre Fili (20-6-0) venceu ainda no round inicial o brasileiro Sheymon Moraes (11-4-0) por nocaute. No final do primeiro round, Sheymon tentou um chute alto em Fili, mas na sequência recebeu um soco seguido de um forte chute no rosto, que o deixou abalado. Pouco depois, Fili acertou uma sequência de golpes contundentes no brasileiro levando-o a nocaute.


Julianna Peña vs. Nicco Montaño

Categoria: Galo (feminino)

Arbitro Principal: Josh Rosenthal

Julianna Peña vence Nicco Montaño por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27)

Julianna Peña (9-3-0) e Nicco Montaño (4-3-0) travaram um apertado duelo. No final, de virada e por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27), Penã saiu vitoriosa. Montaño fez um bom primeiro round, impondo seu jogo de wrestling sobre Peña que foi praticamente anulada. No segundo round, Montaño foi bem no inicio do round, mostrando superioridade no clinch. Mas no final, Peña derrubou Montano e impôs um contundente jogo de chão o que reverteu o round em seu favor. Ambas foram para o terceiro round empatadas. Penã começou o round muito bem, derrubando Montaño e impondo seu jogo de chão superior, mas Montaño reverteu a posição e passou a atacar. Foi o round mais apertado, colocando toda responsabilidade nas mãos dos arbitros de mesa.


Darren Elkins vs. Ryan Hall

Categoria: Pena

Arbitro principal: Blake Grice

Ryan Hall vence Darren Elkins por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)

Ryan Hall (8-1-0) venceu Darren Elkins (24-8-0) por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27), sem margem para dúvidas. Depois de tanto tentar, no fim do primeiro round, Hall acertou um chute giratório em cheio em Elkins, levando-o ao chão. Hall na sequência pegou Elkins em uma guilhotina que quase o apagou. Hall continuou melhor no round seguinte, aplicando dois knock-downs e várias tentativas de finalização. O round final continuou empolgante, apesar das vaias ocasionais da torcida. O estilo imprevisível e pouco ortodoxo de Hall praticamente neutralizou Elkins, que pouco chegou a ameaça-lo durante todo o combate.


Pingyuan Liu vs. Jonathan Martinez

Categoria: Galo

Arbitro principal: Josh Rosenthal

Jonathan Martinez vence Pingyuan Liu por nocaute no 3R

Jonathan Martinez (11-2-0) venceu Pingyuan Liu (13-6-0) por nocaute no terceiro round. Foram dois rounds de muito estudo de ambas as partes, mas que valeu a espera. O round inicial foi bem parelho. Pingyuan se movimentou bastante, rodando pelo octógono em busca de uma brecha para atacar, enquanto que Martinez dominou o centro do octógono também esperando a melhor hora para o ataque. Quando a trocação rolou, o Martinez se saiu melhor. O segundo seguinte foi mais parelho e com pouca ação de ambas as partes. No inicio do último round, Martinez acertou uma joelhada em cheio no rosto de Pingyuan que já caiu nocauteado. Martinez ainda teve tempo de acertar o chinês com outro golpe contundente.


Lívia Renata Souza vs. Brianna Van Buren

Categoria: Palha (feminino)

Arbitro principal: Jason Herzog

Brianna Van Buren vence Livinha por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)

No primeiro confronto de brasileiro no UFC Sacramento, Lívia Renata Souza, a Livinha (13-2-0) perdeu para a norte-americana com nome holandês, Brianna Van Buren (9-3-0) por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27). Brianna foi melhor no primeiro round, pressionando Livinha na grande boa parte do round. A americana também esteve melhor na trocação quando a luta foi para o centro do octógono. O segundo round foi todo de Brianna que acertou boas combinações de golpes na brasileira, que em alguns momentos parecia aceitar os golpes. O resultado foi um olho roxo e inchado de Livinha. No terceiro round, a brasileiro até que tentou. Chegou a derrubar Brianna, mas teve seu braço pego. Em pé, chegou a pegar a americana em uma guilhotina, mas sem sucesso. No segundos finais, mais uma vez, Livinha pegou a americana em uma finalização, mas também sem sucesso.


Benito Lopez vs. Vince Morales

Categoria: Galo

Árbitro principal: Josh Rosenthal

Benito Lopez vence Vince Morales por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Na primeira luta da noite, o atleta da casa (de Sacramento), Benito Lopez (10-1-0) venceu Vince Morales (9-3-0) em uma decisão controversa. Apesar de ter sofrido um knock-down no primeiro round e (em nossa contagem) ter perdido o segundo round, Morales venceu a luta por decisão unânime. (29-28, 29-28, 29-28). Lopez vinha melhor por todo o primeiro round, mostrando mais pro-atividade e aplicando chutes baixos violentos, mas no último min sofreu um knock-down de Morales que acabou levando o round. O segundo round foi mais parelho, no entanto vimos uma ligeira vantagem para Morales, que em alguns momentos mostrou mais agressividade nos ataques. No round final, Morales continuou em vantagem aplicando boas combinações de golpes, porém Lopez aplicou bons chutes na altura das pernas de Morales, deixando sua perna marcada. Mas não foi o suficiente para levar o round.


Silvio e Flavio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.