UFC on ESPN+ 8: Apesar da derrota de Jacaré, Brasil fica no zero a zero em Fort Lauderdale

Praticamente lutando "em casa" os brasileiros sairam no zero a zero do UFC Ft. Lauderdale (UFC on ESPN+8 na numeração original). Foram quatro vitórias (Glover Teixeira, Augusto Sakai, Gilbert Burns e Dhiego Lima) e quatro derrotas (Jacaré, Alex Oliveira, John Lineker e Virna Jandiroba). A derrota mais sentida foi a de Jacaré, que estava praticamente com sua disputa de cinturão (dos médios) garantida. Cowboy e Lineker, apesar da derrota, tiveram uma boa performance.


Card Principal


Ronaldo Souza vs. Jack Hermansson (vencedor; decisão unânime)

Categoria: Medio

Na luta principal da noite, Jack Hermansson (20-4-0), o azarão, venceu Ronaldo Souza (26-7-0) em uma luta durissimima, terminada na decisão dos arbitros.


Hermansson saiu na frente no primeiro round. Nos minutos finais Jacaré foi seriamente golpeado e entregou o pescoço para o adversário, que tentou aplicar uma guilhotina. Foi surpeendente a forma como Jacaré resistiu e escapou da finalização. No segundo round, Jacaré tentou um chute baixo displicente e foi derrubado por Hermansson que iniciou um eficiente jogo de ground and pound que durou quase meio round. No terceiro round Jacaré acordou para a luta. O brasileiro impos uma série de bons golpes em Hermansson. Foi um round contundente em favor de Jacaré. O round seguinte, no entanto, foi todo de Hermansson. Ambos começaram a trocar mais em pé, mas sempre com Hermansson em vantagem. No round final, Jacaré mostrou muita força de vontade e se saiu melhor, impondo uma série de golpes na linha de cintura de Hermansson que se manteve em pé. Ao final, Hermansson venceu por decisão unânime (49-46, 48-47, 48-47).


Greg Hardy (vencedor; nocaute técnico; 1R) vs. Dmitrii Smoliakov

Categoria: Meio Pesado

Em uma luta rápida, de apenas um round, Greg Hardy (4-1-0) venceu facilmente o russo Dmitrii Smoliakov (9-3-0). O russo desde o primeiro minuto do round já parecia buscar uma luta no chão, fugindo de uma trocação com Hardy, mas sem sucesso. Hardy se defendeu bem das tentativas de queda e na primeira série de golpes contundentes derrubou o russo e começou um ataque feroz, até o arbitro encerrar a luta.


Claramente, Smoliakov não era uma adversário a altura de Hardy, uma promessa na divisão dos meio pesados. O russo até então só tinha duas lutas no UFC e duas derrotas (terceira agora).


Alex Oliveira vs. Mike Perry (vencedor; decisão unânime)

Categoria: Meio-Medio

Na melhor luta da noite até o momento, Mike Perry (13-4-0) venceu Alex Oliveira (19-7-1) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28). Ambos travaram um primeiro round bastante empolgante, com uma melhor performance do atleta local, Mike Perry. No intervalo do segundo para o terceiro round, Cowboy se mostrou bastante incomodado com o pé machucado. No round final, visivelmente cansado, Cowboy chegou a dor as costas varias vezes a um Perry também cansado, que pouco fazia.


Em entrevista ainda no octógono, Perry mencionou os nomes de Darren Till e Colby Covington como possíveis adversários no futuro.


Glover Teixeira (vencedor; finalização; 2) vs. Ion Cuțelaba

Categoria: Meio Pesado


Em uma luta empolgante, Glover Teixeira (29-7-0) derrotou Ion Cuțelaba (14-4-0) em uma luta de dois rounds.


Cutelaba iniciou o round muito ativo, saiu em vantagem do round, mas claramente o ritmo dele durante a luta caiu bastante. No segundo round, ambos estavam trocando mais em pé, exaustos. Então Glover se aproveitou de uma queda estranha de Cuțelaba, caiu em cima e iniciou uma série de golpes contundentes até Cutelaba dar suas costas e ser finalizado.

O clima entre os dois estava tenso. Na pesagem, Cutelaba rasgou uma foto de Glover e não quis cumprimenta-lo.


John Lineker vs. Cory Sandhagen (vencedor; decisão dividida)

Categoria: Galo


Em uma luta fraca, mas com um final surpreendente, Cory Sandhagen (11-1-0) venceu John Lineker (31-9-0) por decisão dividida (29-28, 29-28, 28-29).


Sandhagen saiu com uma ligeira vantagem em todos os rounds. O norte-americano apresentou um volume de trocação melhor, foi mais versátil, com chutes baixos e giratórios, ainda que sem efetividade algum. Já Lineker foi ainda menos efetivo nos golpes. Não conseguiu controlar bem a distância e no segundo e principalmente no terceiro round, estava cansado e sem potencia nos socos, sua marca principal.


Nos últimos segundos quase houve uma reviravolta. Lineker deu inicio a uma sequência de golpes contundentes e conseguiu derrubar Sandhagen aplicando-o uma chave de pescoço extremamente apertada e o gongo soou. Mais alguns segundos e Lineker certamente venceria a luta.


Na entrevista ainda no octógono, Sandhagen recebeu bastante vaias.


Roosevelt Roberts (vencedor; decisão unânime) vs. Thomas Gifford

Categoria: Leve


Em uma luta morna, sem grandes emoções, Roosevelt Roberts (8-0-0) venceu Thomas Gifford (14-8-0) na primeira luta do card principal. Foram três rounds, todos com Roberts apresentando uma ligeira vantagem, mas sem brilho. Roberts vinha de uma boa sequência de vitórias, enquanto que Gifford também vinha de uma boa sequência em organizações locais.


Card Preliminar


Deu Brasil na primeira luta da noite, Dhiego Lima venceu Court McGee por decisão dividida (30-27, 28-29, 29-28). Incansável, porém sem efetividade, Court McGee não foi pareo para o brasileiro Dhiego Lima que venceu a luta por decisão dividida. Dhiego Lima foi superior em todos os rounds, sobretudo no terceiro onde teoricamente já estava com a luta decidida. No final do terceiro round, Dhiego Lima foi para a uma trocação franca e levou a pior, foi derrubado, mas nada que mudasse o destino do round e da luta.


Na primeira luta feminina da noite, Angela Hill (9-6-0) venceu Jodie Esquibel (6-5-0) por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27) em sua melhor performance no UFC. Primeiro round foi bem movimentado. Angela Hill saiu em vantagem, se movimentou melhor, consegui aplicar um volume maior de golpes em Esquibel, inclusive uma bela rasteira. Hill continuou com uma boa movimentação no segundo round, apesar de demonstrar mais cansaço e novamente se saiu melhor, com uma boa joelhada e chute em Esquibel. O terceiro round foi empolgante, com Hill ainda em vantagem.


Em uma luta rápida, Jim Miller (30-13-0) venceu Jason Gonzalez (11-5-0) por finalização (mata-leão). Foi uma luta aparentemente fácil para Miller, que usou de sua experiência para derrubar Gonzalez e o finaliza-lo. Veterano do UFC, Miller agora está empatado em número de vitórias (na divisão dos leves) com Demian Maia. Ambos tem 19 vitórias.


Na sequência, outro brasileiro saiu com o braço erguido. Em uma luta de dois rounds, o brasileiro Gilbert Burns venceu Mike Davis por finalização (mata-leão) no inicio do segundo round! A finalização já havia tentado essa finalização pouco antes, mas sem sucesso. Durinho fez uma ótima luta, no entanto no segundo round já começou a mostrar sinais de cansaço. No round anterior, Durinho foi muito superior.


Na segunda luta feminina da noite, a brasileira, estreante no UFC Virna Jandiroba perdeu para a experiente e ex-campeão da divisão palha do UFC, Carla Esparza em uma decisão por pontos.


En uma luta bem apertada e polêmica, o brasileiro Augusto Sakai (13-1-1) venceu o veterano Andrei Arlovski (27-18-0) em uma decisão dividida (29-28, 29-28, 29-28). Arlovski foi superior no primeiro round e deixou a luta escapar nos dois rounds seguintes em uma luta predominantemente em pé. Houve bastante divergência por parte dos analistas que reconheceram que apesar da luta apertada, Arlovski venceria na decisão. O resultado contrário foi uma surpresa.


Na última luta do card preliminar, Ben Saunders (22-12-2) foi derrotado pelo japonês Takashi Sato (15-2-0) em uma luta de dois rounds. Saunders já havia tomado um knockdown no segundo round. Foi ai que Sato forçou mais a trocação e se deu bem em sua estreia no UFC. Sato acertou um direto de esquerda em cheio em Saunders, que foi para o chão. Então, Sato foi para cima com uma sequência de golpes que levaram o fim da luta. Saunders mal conseguia ficar de pé após o fim da luta.


Silvio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.