UFC Norfolk: Deus da Guerra vence, mas não leva o cinturão dos moscas

O UFC Norfolk foi um card rápido (nenhuma das cinco lutas do card principal terminou em decisão dos árbitros de mesa) e, de certa forma, decepcionante para os brasileiros. Na luta principal, Deiveson Figueiredo "O Deus da Guerra" confirmou sua boa fase na organização e venceu por nocaute técnico Joseph Benavidez. Porém, por não ter batido o peso da categoria, o Deus da Guerra não recebeu o cinturão dos moscas, título que apenas Benavidez estava disputando. Para os brasileiros, o sentimento foi de frustração. Além de Deiveson não ter recebido o cinturão, Norma Drumont, em sua estreia na organização, perdeu por nocaute técnico ainda no primeiro round para Megan Anderson. Outro brasileiro, Gabriel Silva, que encerrou o card preliminar, perdeu para Kyler Phillips por decisão unânime dos árbitros. Essa inclusive foi escolhida a luta da noite pelo UFC. Megan e Jordan Griffin (que derrotou T.J. Brown por finalização no segundo round) receberam o prêmio de performance da noite.


Card principal


Joseph Benavidez vs. Deiveson Figueiredo "O Deus da Guerra"

Categoria: peso combinado

Deiveson Figueiredo vence Joseph Benavidez por nocaute técnico no 2R

Pela luta principal do evento, Deiveson Figueiredo (18-1-0) venceu de forma contundente Joseph Benavidez (28-6-0) no segundo round. Embora tenha vencido, Deiveson não levou o cinturão. Na pesagem desta sexta-feira, dia 28, o Deiveson ficou acima do limite do peso-mosca. Portanto, o brasileiro se tornou inelegível à conquista do cinturão.


O primeiro round foi eletrizante! Logo no inicio da luta, Deiveson quase conseguiu finalizar Benavidez em uma chave de braço. Porém em pé, Benavidez foi melhor, aplicando um maior número de golpes contundentes. No final, achamos que o round ficou em favor do brasileiro por ele ter ficado mais próximo de vencer a luta. No segundo round, Deiveson acertou um direto certeiro no rosto de Benavidez, levando-o ao chão de imediato. O brasileiro ainda teve tempo de acertar dois golpes contundentes em Banavidez!


Felicia Spencer vs. Zarah Fairn dos Santos "Infinite"

Categoria: Pena (Feminino)


Em outra luta encerrada no primeiro round, Felicia Spencer (8-1-0) venceu por nocaute técnico Zarah Fairn dos Santos (6-4-0). Foi uma vitória contundente. Spencer estava tendo dificuldade na trocação quando a luta esteve de pé. Zarah estava com a mira mais afiada, acertando mais golpes. Porém, quando a luta foi para o chão, Spencer foi dominante. Montada sobre Zarah, Spencer deu inicio a uma série de golpes contundentes até o árbitro encerrar a luta por nocaute técnico.


Ion "The Hulk" Cutelaba vs. Magomed Ankalaev

Categoria: meio pesado

Magomed Ankalaev vencee Ion Cutelaba por nocaute técnico no 1R

Ema luta relâmpago e com final inusitado, Magomed Ankalaev (13-1-0) venceu por nocaute técnico Ion Cutelaba (15-5-1) ainda no primeiro round. Cutelaba logo no início da luta foi acertado por uma série de socos e chutes contundentes. Entendendo que Cutelaba já estava "desconectado" encerrou a luta, dando a vitória a Ankalaev. Em nossa visão, a decisão do árbitro foi bastante precipitada. Cutelaba estava de fato atordoado, balançando a cabeça como se estivesse tonto, mas ao mesmo tempo estava defendendo e contra-atacando.


Megan Anderson vs. Norma Dumont Viana "The Immortal"

Categoria: Pena (Feminino)

Megan Anderson vence nocaute técnico Norma Dumont Viana no 1R

Em uma luta rápida, Megan Anderson (11-4-0) venceu por nocaute técnico a brasileira Norma Dumont Viana (4-1-0). Norma estava bem na luta, pressionando Megan na grade por boa parte do round inicial. Porém, no final do round, quando a luta foi para o centro do octógono, Norma foi acertada por um direto que a levou ao chão de imediato. Megan ainda teve tempo de acertar outro golpe em Norma, sendo interrompida pelo árbitro na sequência.


Grant Dawson vs. Darrick Minner

Categoria: Peso Combinado


Grant Dawson (15-1-0) finalizou Darrick Minner (24-11-0) com uma guilhotina na primeira luta do card principal. Minner começou o round inicial já com sua especialidade, a guilhotina. E foram várias as tentativas do golpe ao longo do round. Dawson fez uma defesa e terminou o round no chão, por cima de Minner. No segundo round, Minner novamente começou atacando com uma guilhotina, porém, novamente, Dawson soube defender bem. Na sequência, Dawson conseguiu aplicar o mesmo golpe em Minner, finalizando.


Por Silvio e Flavio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.