UFC Las Vegas: Durinho confirma ascensão na organização

O UFC on ESPN: Woodley vs. Burns (UFC on ESPN #9) marcou a volta da organização à Las Vegas, Nevada. Por conta da pandemia do covid-19, o UFC esteve longe de sua cidade sede desde março.


No geral, foi um excelente evento, com lutas empolgantes, talvez por conta do octógono ser um pouco menor que o normal, aproximando mais os lutadores. Na luta principal, Gilbert Burns (19-3-0), o Durinho, venceu por decisão unânime (50-45, 50-44, 50-44) o primeiro da divisão dos meio-médios, Tyron Woodley (19-5-1). Essa confirma a ascensão de Durinho na organização, tornando o brasileiro um dos principais nomes para a disputa do cinturão dos meio-médios, contra seu parceiro de academia, Kamaru Usman.


Na segunda luta da noite, o peso pesado Augusto Sakai (15-1-1) venceu Blagoy Ivanov (18-4) por decisão dividida (27-30, 29-28, 29-28) dos juízes de mesa. Foi uma luta morna, pouco empolgante, mas que confirma também a ascensão de Sakai na divisão dos pesados.


Outra luta de destaque no card principal foi entre Mackenzie Dern (8-1-0) e Hannah Cifers (10-5-0). Dern teve uma ótima atuação, vencendo por finalização (sua especialidade) ainda no primeiro round. Surpreendeu a boa forma física de Dern, que geralmente sempre lutava mais pesada. Seu espetacular jogo de chão já não pode ser mais visto como surpresa. Era consenso entre as casas de apostas e apostas esse desfecho da luta.


Por conta do fechamento dos Cassinos o evento foi realizado no UFC Apex, a sede da organização, onde é realizado o Dana White’s Contender Series entre outros eventos. Além disso, o Apex é o escritório central do UFC e uma espécie de centro de treinamento para os atletas.


Card principal


Tyron Woodley vs. Gilbert Burns

Categoria: Meio-Médio

Gilbert Burns (19-3-0) vence Tyron Woodley (19-5-1) por decisão unânime (50-45, 50-44, 50-44)

Em uma vitória importante em sua carreira, Gilbert Burns (19-3-0) venceu por decisão unânime (50-45, 50-44, 50-44) o primeiro da divisão dos meio-médios, Tyron Woodley (19-5-1). Esta vitória deve fortalecer a ideia de uma disputa de Durinho pelo cinturão, contra o atual campeão e colega de academia Kamaru Usman. Em entrevista pós-luta, Durinho já manifestou esse interesse.


Durinho começou o primeiro round muito bem, acertando um poderoso golpe em Woodley que o levou ao chão. Durinho manteve a pressão, quase finalizando-o, mas sem sucesso. Woodley foi para o seu corner com um corte bastante profundo por conta do golpe sofrido no início do round por Durinho. No segundo round, Durinho continuou melhor, chegando inclusive a derrubar Woodley, conhecido por suas boas defesas de queda. Assim como os demais, Durinho continuou na frente, porém foi um round mais apertado que os demais. No quarto round o melhor momento foi de Durinho que na primeira tentativa de trocação franca acertou um golpe em Woodley que o levou a um flash-down. O americano se recuperou rápido mas na sequência foi derrubado pelo brasileiro que terminou o round quase finalizando-o. No round final, Durinho decidiu não se expor muito, garantindo o resultado do round (e da luta) a seu favor.


Blagoy Ivanov vs. Augusto Sakai

Categoria: Pesado

Augusto Sakai (15-1-1) vence Blagoy Ivanov (18-4) por decisão dividida (27-30, 29-28, 29-28)

Em uma luta morna, pouco empolgante, Augusto Sakai (15-1-1) venceu Blagoy Ivanov (18-4) por decisão dividida (27-30, 29-28, 29-28) dos juízes de mesa.


O primeiro round foi bastante parelho, com ambos os lutadores se respeitando, porém vimos uma ligeira vantagem para Ivanov, que buscou mais o combate. Ivanov continuou na frente no segundo round, porém dessa vez o brasileiro foi mais ativo que no primeiro round, mas nada que mudasse o resultado do round em nossa visão. No terceiro round o ritmo da luta continuou o mesmo. Porém, dessa vez Ivanov começou a sentir mais o cansaço, o que levou a pontuarmos o round em favor de Sakai, que conseguiu desferir uma quantidade maior de golpes contundentes.


Billy Quarantillo vs. Spike Carlyle

Categoria: Peso combinado

Billy Quarantillo (14-2-0) vence Spike Carlyle (9-2-0) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Em uma luta eletrizante, Billy Quarantillo (14-2-0) venceu Spike Carlyle (9-2-0) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).


Carlyle começou de forma explosiva, e gastando muita energia diga-se de passagem. Depois de um chute na altura da cintura, Carlyle desferiu uma série de golpes contundentes que levaram Quarantillo para o chão, onde continuou sob forte pressão por boa parte do round. No fimzinho do round, Carlyle se levantou e deu as costas à Quarantillo, achando que o round já estava por acabar, porém Quarantillo aproveitou a chance e quase apagou Carlyle em um golpe contundente, mas nada que reverte-se o resultado do round. Carlyle continuou com um ritmo forte no segundo round, porém ficou claro o seu desgaste ao longo do round. No final do round Carlyle foi inclusive alvo de uma quase finalização que pôs duvida na cabeça dos árbitros de mesa quanto ao resultado do round. O ritmo do round continuou muito intenso também no round final, com Carlyle e Quarantillo alternando bons momentos.


Roosevelt Roberts vs. Brok Weaver

Categoria: Peso combinado

Roosevelt Roberts (10-1-0) vence Brok Weaver (15-5-0) no 2R por finalização

Em mais uma luta encerrada por finalização, Roosevelt Roberts (10-1-0) venceu Brok Weaver (15-5-0) no segundo round por estrangulamento.


Roberts se saiu ligeiramente melhor no primeiro round. Com mais quantidade de golpes desferidos, inclusive os contundentes, Roberts esteve mais confiante, chegando inclusive a provocar Weaver durante o round. Roberts continuou melhor no segundo round. Melhor em pé e inclusive no chão, onde pôs fim a luta. Após derrubar um já cansado Weaver, Roberts conseguiu em uma segunda tentativa ajustar um estrangulamento que levou Weaver a dar o tap-out.


Caso vencesse, Weaver teria uma penalização em sua bolsa por não ter conseguido bater o peso. Roberts não ficou nada satisfeito com viu um Weaver mais pesado provocando-o antes do combate… Deu no que deu...


Mackenzie Dern vs. Hannah Cifers

Categoria: Palha (Feminino)

Mackenzie Dern (8-1-0) vence Hannah Cifers (10-5-0) por finalização no 1R

Em uma luta rápida, Mackenzie Dern (8-1-0) venceu Hannah Cifers (10-5-0) por finalização, em um desfecho já aguardado pelos analistas. Cifers começou o primeiro round encurtando o jogo, explorando mais a trocação (seu forte). Pouco depois, Dern foi para as pernas de Cifers e conseguiu encaixar uma poderosa finalização, pondo um fim rápido a luta.


Por Silvio e Flavio Doria


Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.