UFC Fight Night 215: Com Derrick Lewis fora do card, Nzechukwu rouba os holofotes

Alçada à luta principal do card fo UFC Fight Nighth 215, de última hora, Kennedy Nzechukwu (11-3) e Ion Cutelaba (16-9-1) entregaram uma boa luta pela divisão dos meio-pesados. Nzechukwu conseguiu vencer Cutelaba por nocaute técnico no segundo round, após uma trocação franca de ambos.


Infelizmente, Derrick Lewis teve que abandonar o card, após problemas médicos poucas horas antes de sua luta, levando o adiamente de seu combate contra Sergey Spivak pela divisão dos pesados.


Kennedy Nzechukwu vs. Ion Cutelaba

Categoria: meio-pesado (até 92,9 kg / 205 lb)

Na luta principal da noite, Kennedy Nzechukwu (11-3) venceu o durissimo Ion Cutelaba (16-9-1) por nocaute técnico no segundo round, após uma trocação franca de ambos.


Com menor tamanho e envergadura, Cutelaba evitou uma trocação franca com Nzechukwu e em uma primeira oportunidade colocou seu rival para o chão. Porém, Cutelaba não conseguiu evoluir seu jogo de chão a ponto de trazer perigo para Nzechukwu. No segundo round o tempo fechou. Ambos começaram a trocar golpes mais duramente. Aproveitando-se de seu tamanho, Nzechukwu conseguiu acertar diversas joelhadas voadoras em Cutelava, uma delas acertando-o mais duramente. Nzechukwu aproveitou o momento e partiu para uma trocação mais franca, pondo fim a luta por nocaute ténico.


Chase Sherman vs. Waldo Cortes-Acosta

Categoria: pesado (até 120,2 kg / 265 lb)


Pela divisão dos pesados, por decisão unânime, Waldo Cortes-Acosta (9-0) venceu Chase Sherman (16-11), mantendo sua invencibilidade na organização.


Como esperado, vimos um bom primeiro round. Ambos foram perigosos na trocação, com bons momentoss para ambos os lados. Embora Sherman tenha levado mais golpes, seus chutes na altura das pernas de Acosta foram mais contundentes, o que lhe garantiu o round em nossa visão. No segundo round, foi Acosta quem levou a melhor, combinando volume de golpes com contundencia. Acosta continuou em vantagem também no round final, masss impressiounou a resistência de Sherman, que no segundo e terceiro round esteve perto de ser nocauteado mas conseguiu resistir e se manter ativo durante a luta.


Andre Fialho vs. Muslim Salikhov

Categoria: meio-médio (até 83,9 kg / 185 lb)


Lutando pelos meio-médios, Muslim Salikhov (19-3) conseguiu superar o português Andre Fialho (16-6-1 NC) ao derrota-lo no terceiro round por nocaute.


Fialho e Salikhov fizeram um round inicial durissimo, de uma trocação forte de ambos os lados. Porém, em nossa visão Fialho foi melhor. Nos dois rounds seguintes foram de dominio total de Salikhov. Após um volume de golpes amplamente superior a Fialho no segundo round, Salikhov conseguiu enfim o nocaute no terceiro e final round.


Jack Della Maddalena vs. Danny Roberts

Categoria: meio-médio (até 83,9 kg / 185 lb)


Em uma luta de apenas um round, Jack Della Maddalena (13-2) nocauteou Danny Roberts (18-7). Maddalena havia iniciado o round de forma contundente, impondo uma trocação bastante forte e eficiente sobre Roberts, indicando que a luta terminaria rapidamente, e foi o que aconteceu. Próximo do fim do round, Maddalena conseguiu nocautear Roberts, após uma série de golpes contundentes. 1


Zhalgas Zhumagulov vs. Charles Johnson

Categoria: mosca


Pela primeira luta do card principal, Charles Johnson (12-3) venceu Zhalgas Zhumagulov (14-8) por decisão dividida, em uma luta bastante parelha na nossa visão. Zhumagulov agora acumula uma sequencia de três derrotas consecutivas na organização.


O primeiro round foi bastante disputado, porém vimos ligeira vantagem para Zhumagulov, por ter mostrado mais agressividade na trocação. Por dois momentos a luta teve que ser interrompida durante o round, por conta de um dedo no olho e um chute baixo de Johnson em Zhumagulov. As interrupções fizeram com que ambos voltassem mais inteiros para o segundo round. Assim como no round anterior, no segundo vimos uma luta 100% do tempo em pé. E novamente, Zhumagulov se saiu ligeramente melhor, levando o segundo round em nossa visão. No round final, Zhumagulov conseguiu acertar bons chutes na altura das pernas de Johson.. Mas a partir do meio do round, foi Johson que se saiu melhor, ganhando confiança na trocação e encurralando Zhumagulov no octogono.


Por Silvio & Flávio Doria