UFC Fight Night 212: Grasso confirma favoritismo e supera Araujo

Em uma noite agitada para os fãs de lutas em geral (na mesma noite tivemos alem do UFC, uma luta de boxe entre Deontay Wilder e Robert Helenius e o Bare Knuckle FC 31), o UFC Fight Night 212 conseguiu se destacar na programação, embora com um card menos estrelado. Pela luta principal do UFC, a mexicana Alexa Grasso (15-3) venceu a brasileira Viviane Araujo (11-4) pela divisão mosca por decisão unânime (50–45, 49–46, 49–46). Na segunda luta principal, o favorito Jonathan Martinez (17-4) venceu o veterano Cub Swanson (28-13) por nocaute técnico no segundo round.


Alexa Grasso (decisão unânime; 50–45, 49–46, 49–46) vs. Viviane Araujo

Categoria: Peso-mosca feminino

Fazendo a luta principal do UFC Fight Night 212, a mexicana Alexa Grasso (15-3) venceu a brasileira Viviane Araujo (11-4) pela divisão mosca por decisão unânime (50–45, 49–46, 49–46), conquistando sua quarta vitoria consecutiva na divisão, atras apenas da atual campeã, Valentina Shevchenko, com 9 vitórias consecutivas.


Grasso e Araujo fizeram um primeiro round bastante equilibrado, travando praticamente uma luta de boxe, onde ambas mostrando volume e contundência semelhantes. No segundo round, a luta também se mantinha parelha em pé, até que Araujo, faixa preta de jiu-jitsu, decidiu levar a luta para o chão, onde mostrou mais controle, embora tenha sido pouco ativa no chão. Após conseguir se levantar, Grasso voltou melhor na trocação, o que lhe garantiu o round em nossa visão. No terceiro round também vimos uma luta bastante parelha, porém, novamente Grasso se saiu ligeiramente melhor que a brasileira, ao mostrar uma trocarão mais eficiente. Proximo do fim, no quarto round, Araujo tomou mais a iniciativa, embora o round tenha sido bastante apertado como todos os anteriores. No round final, ambas as lutadoras se mantiveram bastante ativas na trocação, finalizando outro difícil round em termos de pontuação.


Cub Swanson vs. Jonathan Martinez (TKO; 2R)

Categoria: Peso-galo


Com uma vitória contundente, o favorito Jonathan Martinez (17-4) venceu o veterano Cub Swanson (28-13) por nocaute técnico no segundo round.


Swanson e Martinez fizeram um primeiro round empolgante. Em nossa visão, Martinez se saiu melhor ao mostrar mais contundência nos golpes, sobretudo em ralação aos chutes desferidos no corpo de Swanson. Perto do fim do round, Martinez ainda conseguiu um knock-down ao acertar Swanson no rosto com uma joelhada. No segundo round Martinez continuou melhor. Seus poderosos chutes foram minando Swanson pouco a pouco. Os chutes deferidos por Martinez na parte interna da perna de Swanson o faziam cair imediatamente. No terceiro golpe, Swanson voltou a cair mas dessa vez não se levantou o que levou o arbitro a encerrar a luta por nocaute técnico.


Jordan Wright vs. Dusko Todorovic (TKO; 2R)

Categoria: Peso-médio


Em uma luta empolgante, Dusko Todorovic (12-3) venceu Jordan Wright (12-4,1NC) por nocaute técnico no segundo round.


Jordan foi superior no primeiro round. Seja ou pé ou no chão, Jordan conseguiu se manter ativo, atacando Dusko a todo momento. Por outro lado, Dusko praticamente não golpeou Jordan durante o round inicial. No segundo round Dusko voltou avassalador. Conciente de sua fraca performance no primeiro round, Dusko voltou mais ativo e agressivo. Durante boa parte do round, Dusko atacou Jordan com uma série de golpes em pé. Quando a luta foi para o chão, a sequência de golpes contundentes não teve fim. Montado em Jordan, Dusko conseguiu a vitória por nocaute técnico ao desferir uma serie de cotoveladas contundentes em um Jordan quase sem reação.


Raphael Assunção (decisão unânime; 30-27, 30-27, 30-27) vs. Victor Henry

Categoria: Peso-galo


Em uma luta de três rounds completos, Raphael Assunção (28-9) venceu Victor Henry (22-6) por decisão dos árbitros (decisão unânime; 30-27, 30-27, 30-27). Com a vitória, Assunção se tornou o segundo atleta da divisão dos galos com maior numero de vitorias (12, igualando a marca do atual campeão Aljamain Sterling e Marlon Vera, e atras apenas de TJ Dillashaw, com 13 vitorias).


Assunção e Henry fizeram um primeiro round bastante equilibrado. Nenhum dos dois lutadores mostrou grande contundência nos golpes, mas Henry foi quem tomou mais a iniciativa, dominando o centro do octógono em boa parte do round. Por outro lado, Assunção conseguiu bons golpes quando encurtou a distância, o que fez com que Henry não se aproximasse tanto do brasileiro. No segundo round Assunção mostrou superioridade. O brasileiro conseguiu atacar mais Henry, não apenas em pé, mas no chão. Em seu melhor momento no round, Assunção segurou a perna de Henry para se defender de um chute alto, e o acertou com uma série de jabs contundentes. No corner após o segundo round, o time de Henry foi enfático ao alerta-lo sobre a vantagem do brasileiro na luta, o que fez com que Henry voltasse mais agressivo no round final. Por outro lado, Assunção não conseguiu dominar o centro do octógono como pedido pelo seu coach, mas próximo da grade ele conseguiu se sair bem contra Henry.


Alonzo Manfield (KO; 1R) vs. Misha Cirkunov

Categoria: Meio-Pesado


Em uma luta rápida, de apenas um round, Alonzo Manfield (13-3) conseguiu uma vitória contundente sobre Misha Cirkunov (15-9). A vitória veio por nocaute, após Manfield acertar um gancho de esquerda no rosto de Cirkunov, seguido de uma série de golpes contundentes.

Por Silvio & Flavio Doria