UFC Fight Night 211: Yan supera Dern

Foi por pouco. Com cinco brasileiros no card, o saldo geral foi positivo. Raoni Barcelos, Daniel Santos e Joaquim Silva saíram com os braços erguidos do UFC Fight Night 211 (UFC on ESPN+ 69). Foi por pouco também que a brasileira naturalizada norte-americana conseguiu superar a chinesa Yan Xiaonan. O superior jogo em pé da chinesa acabou se impondo durante a luta. Ao final, Mackenzie Dern foi derrotada por decisão majoritária na luta principal. Na segunda luta principal da noite outro revés para o Brasil. Massaranduba perdeu por decisão unânime para Randy Brown. No saldo geral, dos cinco brasileiros no card, três saíram vitoriosos.


Card principal


Mackenzie Dern vs. Yan Xiaonan (decisão majoritária)

Categoria: Palha (feminino)

Em uma ótima atuação Yan Xiaonan (16-3-1NC) conseguiu superar Mackenzie Dern (12-3) ao vence-la por pontos (decisão majoritária; 48–47, 48–47, 47–47)


Yan se saiu ligeiramente melhor no round inicial. Mais agressiva na trocação, a chinesa conseguiu pontuar mais com seu maior volume de trocação. No segundo round, Dern mudou sua estratégia e passou a buscar o jogo de chão, onde claramente ela é superior. No chão, Dern atacou as pernas de Yan, levando-a para o chão. Após alguns minutos de ajuste de posição Dern conseguiu boas posições, mas sem sucesso. No terceiro round, Yan conseguiu manter a luta em pé, o trouxe dificuldade para Dern. Mais cansada, a trocação de Dern foi prejudicada. Por outro lado, Yan continuou ativa em sua trocação, inclusive mostrando contundência nos golpes. Yan continuou melhor no quarto round por conta de sua boa e consistente trocação em pé. No round final, enfim Dern conseguiu levar a luta para o chão logo no inicio do round e, a partir de então, Dern passou a dominar todo o round. Nos segundos finais, Dern esteve muito próximo de conseguir uma finalização por chave-de-braço, mas seu sucesso.

Randy Brown (decisão unânime) vs. Francisco “Massaranduba” Trinaldo

Categoria: Meio-médio

Em uma luta apertada em nossa visão (apesar de decisão dos árbitros) Randy Brown (16-4) venceu Massaranduba (28-9) por decisão unânime (30-29, 30-29, 30-29) pelo co-main event da noite.


Brown se saiu ligeiramente melhor no primeiro round. Em seu melhor momento no round, Brown conseguiu um knockdown sobre Massaranduba após um direto no rosto, porém ele não conseguiu catapultar o momento. Do meio para o final do round, Massaranduba se saiu melhor, porém o brasileiro poderia ter se complicado se não fosse salvo pelo gongo nos segundos finais, quando foi pego por um estrangulamento. O segundo round foi mais equilibrado. Ambos foram bem conservadores na trocação. Porém, vimos ligeira vantagem para Massaranduba. Por ter buscado mais o combate, o brasileiro pontuou mais em nossa visão. No round final, a constância de Massaranduba trouxe resultado para o brasileiro. Após derrubar Brown com um chute na panturrilha, Massaranduba conseguiu dominar o jamaicano no chão por boa parte do round.


Raoni Barcelos (decisão unânime) vs. Trevin Jones

Categoria: Galo


Em uma luta amplamente dominante, o brasileiro Raoni Barcelos (17-3) venceu Trevin Jones (13-9, 1NC) por decisão unânime (30-25, 30-27, 30-27).

O round inicial foi bastante equilibrado. Apenas no minuto final, Barcelos conseguiu mostrar uma dominância mais clara, ao levar a luta para o chão. No segundo round Barcelos foi ainda mais superior, mostrando um bom jogo não só no chão, mas também em pé. O round final não foi diferente. Barcelos passou boa parte do round atacando Jones em pé. Não apenas no terceiro round, mas em todos os anteriores Jones praticamente não conseguiu causar danos ao brasileiro.

Sodiq Yusuff (finalização; 1R) vs. Don Shainis

Categoria: Pena


Sodiq Yusuff (12-2) em uma luta relâmpago (apenas 30 segundos), finalizou Don Shainis (12-3) por meio de uma bem aplicada guilhotina em pé. Yusuff forçou Shainis por meio de seu clich de muay-thai a ficar em uma posição mais baixa. Logo em seguida o pegou em uma guilhotina mortal.

Viacheslav Borshhchev vs. Mike Davis (decisão unânime)

Categoria: Leve


Pela primeira luta do card principal, Mike Davis (10-2) venceu sem grande dificuldade o russo Viacheslav Borshhchev (6-3) por decisão unânime (29-28, 30-26, 30-26).


Davis fez um ótimo primeiro round. Usando seu jogo de wrestling, Davis conseguiu derrubar Borshhchev com facilidade logo no inicio do round. No chão, Davis conseguiu ser contundente, sobretudo no primeiro round onde o norte-americano conseguiu montar em Borshhchev. Montado, Davis iniciou uma série de duros golpes contundentes. No segundo round, Borshhchev conseguiu aplicar bons chutes na panturrilha de Davis, porém logo o jogo de wrestling de Davis voltou a cena. Nos minutos finais, novamente Davis conseguiu montar em Borshhchev e iniciar outra série de golpes contundentes. No round final, Davis percebendo a vantagem de Borshhchev em pé, levou a luta para o chão, um território nada confortável para o russo.


Por Silvio & Flavio Dória.