UFC Fight Night 152: Brasileiros são destaque em Rochester, New York

Os brasileiros roubaram a cena no UFC Fight Night: dos Anjos vs. Lee (também chamada de UFC Fight Night 152 ou UFC on ESPN+ 10). Fazendo a luta principal, RDA (Rafael dos Anjos) finalizou Kevin Lee em uma excelente atuação. RDA começou perdendo o primeiro round (na nossa contagem, disponível no Twitter do Posluta) e se aproveitou do maior cansaço do norte-americano e o venceu em todos os três rounds seguintes até finaliza-lo no quarto round. Vicente Luque (derrotou Derrick Krantz) e Charles Oliveira (derrotou Nik Lentz) também tiveram atuações igualmente brilhantes. Ambos venceram por nocaute técnico. Outro brasileiro vitorioso no card principal foi Davi Ramos, que superou Austin Hubbard por decisão unânime. Antônio Carlos Júnior, o “Cara de Sapato”, foi o único brasileiro a perder no evento (por decisão unânime).


Outro nome que merece destaque foi Felicia Spencer, estreante no UFC. Ela derrotou Megan Anderson (nome forte da divisão pena-feminino) e já desafiou a brasileira Cris Cyborg (que aceitou a proposta em sua página do Twitter).


Card Principal


Rafael dos Anjos vs. Kevin Lee

Categoria: Meio-Medios

Rafael dos Anjos vence Kevin Lee por finalização no 4 Round

Na principal luta da noite, Rafael dos Anjos (29-11-0) venceu Kevin Lee (17-5-0) por finalização (katagatami) no quarto round. Kevin Lee começou melhor na luta, vencendo o primeiro round. Porém a partir daí, mais cansado, Kevin Lee foi dando cada vez mais brecha pro jogo de chão impecável de Rafael dos Anjos.


Antônio Carlos Júnior “Cara de Sapato” vs. Ian Heinisch

Categoria: Medios

Antônio Carlos Júnior “Cara de Sapato” vence Ian Heinisch por decisão unânime

Em uma luta pouco empolgante, Antônio Carlos Júnior “Cara de Sapato” (10-3-0) perdeu para Ian Heinisch (13-1-0).


Depois de fazer um excelente primeiro round, “Cara de Sapato” perdeu um pouco de sua performance, com melhor desempenho do rival, Heinisch, que levou o segundo terceiro round. Foi quase que uma luta de chão, já que ambos evitavam a todo custo uma trocação em pé. Heinisch soube trabalhar seu ground-and-pound, cansando o brasileiro, que nada pode fazer sobretudo no terceiro round. Ao final os arbitros deram vitória para Heinisch por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)


Megan Anderson vs. Felicia Spencer

Categoria: Pena (Feminino)

Megan Anderson vence Felicia Spencer por finalização no 1 Round

Estreando no UFC, Felicia Spencer (7-0-0) venceu facilmente Megan Anderson (9-4-0) por finalização ainda no primeiro round! Spencer iniciou a luta colocando para baixo Megan, indo para suas costas e foi ajeitando a posição até conseguir o estrangulamento.


Foi uma ótima estreia para Spencer, e uma péssima luta para Megan, que entrou no UFC com uma expectativa grande, por ser campeã do Invicta mais ainda não conseguiu provar seu valor na organização, onde ela tem três lutas, das quais duas derrotas.


Derrick Krantz vs. Vicente Luque

Categoria: Meio-Médio

Vicente Luque vence Derrick Krantz por nocaute técnico no 1R

Em outra luta rápida, Vicente Luque (16-6-1) venceu Derrick Krantz (23-11-0) por nocaute técnico em uma luta com desfecho inacreditável.


Em um começo surpreendente, Derrick Krantz impos uma pressão grande sobre Luque, quase finalizando-o. No final do round, depois de conseguir escapar do jogo de chão do americano, Luque acertou uma joelhada seguida de uma série de golpes contundentes, pondo um fim a luta.


Luque mostrou bastante frieza na luta. Ele passou por um grande apuro no começo da luta, mas se manteve calmo, escapou do jogo de chão do americano e mostrou sua superioridade no jogo em pé e também aproveitando o cansaço do americano.

Foi uma excelente luta para ambos. Luque pela virada e o próprio Krantz pelo bom início de luta. Krantz assumiu a luta poucos dias antes, sem nenhuma preparação de verdade e mostrou que estava bem e com vontade de lutar.


Charles Oliveira vs. Nik Lentz

Categoria: Leve

Charles Oliveira vence por nocaute no 2 Round Nik Lentz

Em uma apresentação quase perfeita, Charles Oliveira “Do Bronx” (27-8-0) venceu Nik Lentz (30-10-2) por nocaute técnico no segundo round. Do Bronx já vinha de uma ótimo primeiro round, onde havia desferido uma mistura de superman punch com cotovelada em Lentz, abrindo um corte profundo. No segundo round Do Bronx acertou um direto no queixo do norte-americano levando-o a nocaute.


Davi Ramos vs. Austin Hubbard

Categoria: Leve


Fazendo a primeira luta do card principal, o brasileiro Davi Ramos (10-2-0) superou o norte-americano Austin Hubbard (10-3-0) em uma luta de três rounds decididos pelos arbitros. Foi uma luta pouco empolgante, mas de controle total de Ramos, que na nossa visão foi superior boa parte da luta. Decisão portanto, incontestável.


Card Preliminar


Na primeira luta da noite, Julio Arce (16-3-0) venceu Julian Erosa (22-8-0) por nocaute! No intervalo do segundo para o terceiro round, o coach de Erosa pediu mais chutes do norte-americano, mas quem seguiu a risca essa instrução foi o colombiano Julio Arce, que nocauteou o norte-americano com um poderoso chute alto.


O primeiro round foi bastante equilibrado, com Julio Arce vencendo na nossa visão. O começo do round foi de bastante estudo de ambas as partes. Apenas no final os dois se soltaram mais, com o colombiano dominando o centro do octógono. Arce iniciou o round mais acoado. Erosa sentiu mais urgencia na luta e pressionou mais Arce. Luta empatada na nossa visão até o momento. Erosa iniciou o último round como o segundo, pressionando o Arce. Erosa chegou a levar um forte cruzado de Arce que logo o acertou pouco depois com um poderoso chute alto, levando o norte-americano ao nocaute!


Em uma reviravolta no terceiro round, Zak Cummings (23-6-0) finalizou Trevin Giles (11-1-0) com uma bem aplicada guilhotina, logo após conseguir um knock-down. Mais solto e, aparentemente, mais confiante, Trevin Giles se saiu ligeiramente melhor no primeiro round. Cummings saiu com um sangramento no olho direito, por conta de um golpe sofrido no meio do round. O segundo round foi ainda mais parelho, mas com uma ligeira vantagem de novo para Trevin Giles. No último round, Trevin Giles estava melhor até que recebeu um poderoso direto de Cummings, que o levou ao chão. Cummings foi rápido e o pegou com uma bem aplicada guilhotina levando ao fim a luta por finalização.


Em uma luta rápida, Ed Herman (24-14-0) venceu Patrick Cummins (10-7-0) por nocaute técnico. Cummins estava superior no primeiro round, aplicando bons golpes em Herman. Porém, no fim do round, Herman acertou uma joelhada em cheio no queixo de Cummins. Commins ficou atordoado e Herman iniciou uma sequência de golpes contundentes levando ao fim da luta. Na entrevista ainda no octógono, Herman implorou por uma apariação sua no video-game do UFC.


Em outra luta rápida, Grant Dawson (14-1-0) finalizou Michael Trizano (8-1-0) com um mata-leão no inicio do segundo round. O golpe já havia sido aplicado da mesma forma no primeiro round, mas sem sucesso.


Em uma luta relâmpago, o estreante no UFC, Michel Pereira (22-9-0) venceu por nocaute técnico Danny Roberts (16-5-0) ainda no primeiro round! Após uma joelhada voadora certeira, o brasileiro aplicou um direto levando Roberts a nocaute! Anotem esse nome,

Michel Pereira ainda fará história no UFC!


Na sequência, Desmond Green (23-8-0) venceu Charles Jourdain (9-2-0) por decisão unânime em uma luta de três rounds.


Na última luta da card preliminar, Aspen Ladd venceu Sijara Eubanks por decisão unânime (30-26, 29-27, 29-28). Ladd já havia vencido Eubanks no Invicta também por decisão unânime. Ladd é um nome para ficar de olho na divisão. Invicta na carreira, ela vem de três boas vitórias no UFC, derrotando nomes de peso da organização. Sua luta inclusive, recebeu o prêmio de Fight of the Night.


Por Silvio Dória

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.