UFC Fight Night 137: Marreta obtêm vitória sensacional contra Anders

Apesar dos diversos revezes o UFC Fight Night 137 ou UFC São Paulo conseguiu superar todas as expectativas. Havia a expectativa de que o evento tivesse uma baixa adesão ao evento por conta do card pouco apelativo, uma vez que diversas lutas tiveram que ser canceladas, alterando inclusive as duas principais lutas da noite. Mas no final das contas, o evento foi um sucesso de público e de boas lutas.


Na luta principal da noite, Marreta obteve uma vitória surreal contra Eryk Anders. Depois de um terceiro round exaustivo para ambos os lutadores, Anders não conseguia ficar de pé (literalmente), levando o arbitro a encerrar a luta. Na segunda luta principal da noite, Alex Cowboy precisou de apenas alguns poucos segundos para nocauter Carlo Pedersoli. Outro brasileiro, Rogério Minotouro protagonizou outra luta incrivel (contra Sam Alvey).


Derrotados, Renan Barão e Luis Henrique "KLB" foram os destaques negativos do evento. Estreiante no UFC, Marina Rodriguez consenguiu um empate contra Randa Markos, mas pôde sair de cabeça erguida. A brasileira protagonizou uma batalha dura contra a adversária (top 15 da divisao palha feminino).


Card Principal


Thiago Marreta (vencedor; nocaute técnico; 2R) vs. Eryk Anders

Categoria: Meio-Pesados

O primeiro round foi bem movimentado. Com um volume de jogo (em pé) superior, Thiago Marreta saiu na frente na luta, mas passou a impressâo que guardou energia para o round seguinte. E foi o que aconteceu, logo no inicio do 2R já houve uma agressividade maior do brasileiro. No entanto, pouco a pouco, Marreta começou a demonstrar um maior cansaço na luta.


No final do terceiro round, Marreta e Anders iniciaram uma trocaçâo franca. O norte-americano caiu e o brasileiro por cima iniciou uma sequência de cotoveladas e socos contundentes até que algo surpreendente aconteceu.


Após soar o gongo do fim do round, apenas Marreta se levantou. Anders ficou caído no chão. Ele até tentou se levantar, mas caiu em seguida. Foi o suficiente para Mark Goddard encerrar a luta!


Alex Cowboy (vencedor; nocaute técnico; 1R) vs. Carlo Pedersoli

Categoria: Meio-Medios

Fulminante! Na segunda luta principal da noite, Alex Cowboy precisou de 39 segundos para nocautear o italiano Carlo Pedersoli, levando os fâs ao delírio. Obrigado Cowboy!


Rogério Minotouro (vencedor: nocaute; 2R) vs. Sam Alvey

Categoria: Meio-Pesados

Sam Alvey saiu na frente nesse inicio de luta. O norte-americano apresentou um volume de trocação superior ao de Minotouro, garantindo assim o round a seu favor.


Se o primeiro round foi apático, o segundo foi totalmente o contrário! Depois de uma trocação franca entre os dois, Minotouro cresceu e foi pra cima do norte-americano. Depois de diversos golpes contundentes Alvey caiu nocauteado! Excelente luta para o brasileiro.


Renan Barão vs. Andre Ewell (vencedor; decisâo dividida)

Categoria: Peso Combinado (Barâo nâo conseguiu bater o peso da categoria)

Na segunda luta do card principal, Renan Barâo, em busca de redenção na organização, enfrentou Andre Ewell, ex-campeâo do CES MMA, que vinha de 4 vitórias consecutivas (cartel de 13-4-0). Renan Barâo prometeu aos fâs lutar pra frente nessa luta, mas nâo foi isso que vimos. Mais uma vez vimos um Barâo apático, sempre atrás na trocação. Infelizmente.

Andre Ewell venceu por decisâo dividida (29-28, 29-28, 28-29).



Randa Markos vs. Marina Rodriguez (empate)

Categoria: Palha

Fazendo sua estreia pelo UFC, Marina Rodriguez enfrentou um nome de peso na divisâo palha feminino: Randa Markos. Marina Rodriguez começou nâo tâo bem o primeiro round. Fazendo muito bem seu jogo amarrâo, Randa Markos saiu em vantagem. Apesar do esforço de Marina, Randa Markos continuou em vantagem no round seguinte, mostrando um volume de jogo em pé superior ao da brasileira.


No último round, Randa Markos seguiu em vantagem, como nos rounds anteriores. No entanto, a brasileira mostrou bastante força de vontade, indo pra cima a todo momento. Em alguns momentos onde arriscou no muay-thai ela até levou a melhor. Louvável sua atuação.


Ao final os árbitros nâo viram um vencedor final, declarando a luta como empate técnico.


Card Preliminar


Na primeira luta da noite, vimos uma finalização de Livinha em pouco mais de 1 minuto de luta! Depois de iniciarem uma trocação franca, Livinha caiu por cima de Alex Chambers e após uma sequência de golpes conseguiu abertura para uma rápida finalização. Empolgada, Livinha comemorou ao estilo CR7.


Em mais uma luta rápida, Capúira conseguiu um belo nocaute sobre o compatriota Vendramini. Tanto Capúira como Vendramini tiveram chance de finalizar a luta. Capúira saiu aparentemente mais desgastado No inicio do 2R, depois de sentir a perna, Capúira acertou uma júlhada voadora certeira em Vendramini, levando-o a nocaute.


Na terceira luta da noite, e uma das mais esperadas no card preliminar, o brasileiro Thales Leites enfrentou o cubano Hector Lombard. O primeiro round foi de muito estudo de ambas as partes. Thales Leites e Hector Lombard trocaram poucos chutes e alguns socos apenas. Lombard vem dominando o centro do octogono. Já o segundo round foi bem parelho, com ligeira vantagem para Thales Leites por conta da queda obtida. Leites iniciou o round com a perna esquerda (na altura do júlho) bastante castigada. No último round, Thales Leites foi melhor, mostrando maior superioridade na trocarâo. Ao final os árbitros de mesa deram vitória por decisâo unânime (29-28, 29-28, 29-28) ao brasileiro. Essa foi a última luta do brasileiro pelo UFC. Ele já havia anunciado sua aposentadoria antes da luta. Belo final de carreira. Excelente luta.


Em mais uma luta rápida e com finalização, a brasileira Mayra Sheetara venceu Gillian Robertson ainda no primeiro round! Sheetara encerrou uma luta aparentemente com uma lesâo no pé. A brasileira saiu do octogono na cadeira de rodas. Essa foi a estreia da brasileira na organização. Belo começo!


Na sequência, foi a vez de Serginho Moraes entrar no octogono. O brasileiro enfrentou Ben Saunders pelos meio-médios. No primeiro round Ben Saunders foi salvo pelo gongo! Nos últimos segundos, Serginho Moraes quase conseguiu uma finalização. Esse foi o único bom momento da luta até aquele momento. No final do round seguinte (um round bem morno), Serginho conseguiu uma bela finalização! Saunders estava segurando a grade e permaneceu segurando mesmo após ser apagado. O arbitro percebeu e encerrou a luta!


Na sequência, em sua estreia no UFC, o brasileiro Augusto Sakai conseguiu uma empolgante vitória contra Chase Sherman. Augusto Sakai e Chase Sherman travaram uma verdadeira batalha digna dos pesados. No primeiro e segundo rounds, ambos os lutadores entraram por diversas vezes em uma trocarão franca, com ligeira vantagem na maioria das vezes ao brasileiro. No terceiro round, a superioridade do brasileiro cresceu na trocação, até um momento em que o norte-americano nâo conseguiu mais resistir. Nocaute técnico do brasileiro.


Luis Henrique KLB e Ryan Spann lutaram pelos pesados na sequência. O primeiro round foi bastante movimentado. Porém, na trocação Ryan Spann acabou levando a vantagem. Já no segundo round, KLB mostrou um volume de jogo maior, levando o round para sí. Porém acabou o round em uma situação bem dificil, no châo, sendo golpeado contundentemente por Ryan Spann, mas nada que mudasse o resultado do round. Spann tomou uma bela dura do seu coach no intervalo. Fight for yours fans!!! Esbravejou seu coach, entre outras duras. O round seguinte foi mais uma vez ruim para o brasileiro. Em pé, KLB levava nítida vantagem, mas quando a luta foi para o châo o brasileiro parecia nitidamente perdido. Ao final, decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28) para Spann.


Em uma luta espetacular, Francisco Massaranduba venceu Evan Dunham por nocaute no 2 round! O primeiro round foi bastante parelho, mas com ligeira vantagem para Evan Dunham, melhor na trocarâo. No último segundo Francisco Massaranduba acertou um belo chute alto, mas nâo foi o suficiente para ganhar o round. Mas segundo round o inesperado aconteceu. O brasileiro acertou uma júlhada certeira nas costelas de Evan Dunham que caiu quase se contorcendo.


Lutando em casa pela primeira vez desde 2009, Charles do Bronx enfrentou Christos Giagos na última luta do card preliminar de Sâo Paulo. O primeiro round foi muito parelho! Charles do Bronx pouco tentou levar a luta pro solo, sua especialidade. No segundo round, Charles do Bronx fez história. Ele mandou Giagos paro o châo e o finalizou com um bem aplicado mata-leão. Com essa finalização Do Bronx ultrapassou a marca de outro brasileiro, o lendário Royce Gracie, com 10 finalizações no UFC.


Flavio Doria e Silvio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.