UFC Fight Night 134: Uma manhã para se esquecer

Atualizado: 24 de Ago de 2018

A Alemanha foi palco pela sexta vez de mais uma edição do UFC, dessa vez o UFC Fight Night: 134. No mesmo dia o povo alemão pode receber ainda no famoso circuito de Hockenheimring, o GP de Fórmula 1. Porém se para os locais esse foi um dia de festa, para nós brasileiros foi um dia para se esquecer. Os três brasileiros que compunham o card principal foram derrotados. A forma como eles foram derrotados foi ainda mais frustrante. Shogun, uma das maiores lendas do MMA, foi brutalmente nocauteado por Anthony Smith em pouco menos de 1 minuto de luta. Glover Teixeira, também derrotado, fez uma luta apática, totalmente sem gás, o mesmo ocorrido com Vitor Miranda, que acumulou 3 derrotas consecutivas na organização. Enfim, um bom card principal, repleto de boas lutas. Porém, pessimo desfecho para os brasileiros.


Card Principal


Mauricio Rua vs. Anthony Smith (vencedor; nocaute; 1R)

Categoria: Meio-Pesado

Na luta da noite, Anthony Smith fez juz ao seu apelido (Coração de Leão) e atropelou uma das maiores lendas (em decadência diga-se de passagem) do MMA. Mauricio Rua até que se recuperou bem de um chute frontal certeiro de Smith ainda nos primeiros segundos de luta, mas uma sequência de golpes que se iniciou com um direto de direito e terminaram em uma cotovelada certeira fizeram Shogun ser apagado (nocauteado) ainda de pé! Inacreditável.


Shogun vinha de uma boa sequência, com três vitórias consecutivas na organização, um feito que ele não conseguia desde a época do finado Pride. Mesmo com a boa fase na organização, a forma como perdeu a luta para Smith foi tão decepcionante que no Twitter não se falava de outra coisa se não a aposentadoria do lutador.


Glover Teixeira vs. Corey Anderson (vencedor; decisão unânime)

Categoria: Meio-Pesado

Na segunda principal luta da noite, Corey Anderson venceu Glover Teixeira quase que facilmente. Anderson é um lutador que costuma se desgastar muito quando a luta vai para o último round, mas dessa vez vimos um Anderson ativo e muito confiante com seu desempenho no último round. Foi sem dúvida uma vitória fácil para ele.


Anderson foi superior no primeiro round. Derrubou Glover três vezes e conseguiu encaixar bons golpes! Nos últimos segundos do primiro round o americano foi pego numa guilhotina mas nada que mudasse o resultado do round, uma vitória clara de Anderson. Anderson novamente levou o round seguinte. Glover estáva visivelmente sem gás, esse é inclusive um dos seus pontos fracos ultimamente. Sempre que passa para o segundo round ele tem problemas com o cardio. O terceiro round a vantagem de Anderson se ampliou mais ainda. Glover foi totalmente neutralizado pelo norte-americano, que venceu por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27).


Vitor Miranda vs. Abu Azaitar (vencedor; decisão unânime)

Categoria: Peso-Médio

Azaitar começou melhor o primeiro round, jogando mais golpes, se movimentando mais. Só no último minuto foi derrubado pelo brasileiro e a luta esfriou. No segundo round ambos pareciam bem cansados, mas Azaitar mostrou mais disposição, jogando golpes a esmo por diversas vezes, fazendo de tudo para se manter ativo na luta. Miranda partiu para o desespero no terceiro round, apelando para o jiu-jitsu (quando sua especialidade é o jogo em pé). Ele até venceu o último round na nossa visão, mostrou um esforço razoável, mas perdeu a luta - infelizmente. A torcida marroquina, apesar de em menor número, fez bastante barulho na Arena e fortaleceu o espírito de Abu. Ao final, vitória por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28) para Abu Azaitar. Essa foi a terceira derrota consecutiva de Miranda que deve agora estar com a corda no pescoço na organização.


Marcin Tybura (vencedor; decisão unânime) vs. Stefan Struve

Categoria: Peso-Pesado

Marcin Tybura venceu Stefan Struve em uma batalha de 3 rounds completos pela divisão peso-pesado. Tybura, compensando a estatura elevada de Struve, adotou a tática de encurtar a distância e derrubar, garantindo assim uma sucessão de quedas em seu favor e quase 1 round inteiro de domínio no chão. Além disso, quando teve a chance foi mais contundente nos golpes, garantindo assim uma vitória por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).


Danny Roberts (vencedor; decisão dividida) vs. David Zawada

Categoria Peso Meio-Médio

Na eleita a melhor luta da noite, se enfrentaram Danny Roberts e David Zawada. A luta foi bem parelha, ambos derem a mesma quantidade de golpes significantes ao longo de toda a luta. Zawada, no entanto, foi superior nas quedas e no volume de jogo total, mas os arbitros de mesa deram a vitória para Danny Roberts, por decisão dividida (27-30, 29-28, 29-28).


Nasrat Haqparast (vencedor; decisão unânime) vs. Marc Diakiese

Categoria Peso-Leve


Na primeira luta do card principal, a jovem promessa alemã Nasrat Haqparast enfrentou o inglês Marc Diakiese. Haqparast obteve uma vitória clara (unânime) sobre Diakiese. Mais agressivo ao longo de toda a luta, Haqparast mostrou um grande volume de jogo, conectando mais de 100 golpes sobre Diakises.


Card Preliminar


Na primeira luta do card preliminar, Pingyuan Liu venceu Damian Stasiak por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28). Apesar de permanecer quase meio round no controle da luta (não chão, por cima), Liu levou a melhor no 1R em nossa visão. O chinês conseguiu ser mais efetivo na trocação, garantindo o round a seu favor. Tivemos um ótimo segundo round, mais uma vez em favor de Liu, que se mostrou mais completo, na trocação e no chão (tentou diversas finalizações). O terceiro round foi um um pouco mais equilibrado, mas ainda vimos vantagem para Liu, que levou a luta sem grande surpresa.


Na segunda luta da noite, o pupilo de Mirko Crocop, em sua estreia pelo UFC conseguiu uma ótima vitória contra Jeremy Kimball. Depois de uma mal sucedida tentativa de queda, Kimball caiu por baixo do Stosic e recebeu uma série de golpes contundentes até o arbitro encerrar a luta por nocaute técnico. Rapida luta, ótima vitória de Stosic.


Na sequência, Manny Bermudez colocou Davey Grant para dormir com um belo triângulo (sua especialidade) em menos de 1 minutos de luta!


Em outra boa luta, Justin Ledet se enfrentaram Aleksandar Rakic. Ledet foi salvo pelo gongo no primeiro round. Houve um dominio quase que total de Rakic no round. Rakic só levou um aperto logo no inicio da luta quando foi acertado com um soco, desde então só deu ele, garantindo uma vantagem clara para Rakic. No segundo e terceiro round outro dominio total de Rakic, tornando fácil a decisão dos arbitros de mesa. Vitória por decisão unânime (30-25, 30-24, 30-24).


Silvio Dória


Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.