UFC Fight Night 133: Cigano, Chad Mendes e Cat Zingano estão de volta!

Atualizado: 24 de Ago de 2018

Na noite de sábado, Idaho foi palco do UFC Fight Night 133: dos Santos vs. Ivanov. O destaque do evento, não poderia deixar de ser Junior "Cigano", que voltava ao UFC depois de mais de 1 ano parado (sua última luta havia sido em maio de 2017, contra Stipe Miocic, no UFC 211). Cigano saiu vitorioso depois de uma batalha de cinco rounds completos entre peso pesados.


Além dessa luta, podemos dizer que todo o card principal estava muito bem casado. Na primeira luta da noite vimos o embate entre duas lutadoras femininas bem ranqueadas (top 10) do peso galo: Cat Zingano e Marion Reneau. Tivemos ainda a volta de Chad Mendes, depois do quase dois anos longe do octogono. Mendes não só ganhou, como também convenceu, foi uma excelente luta com um desfecho espetacular (nocaute técnico por socos). E falando em desfecho espetacular, Niko Price obteve um nocaute poucas vezes visto contra Randy Brown. A luta mais fraca do card principal ficou entre Rick Glenn e Dennis Bermudez. Luta com pouca emoção mas bastante parelha. Sage Northcutt também conseguiu vencer e empolgar os fãs de Idaho com um nocaute técnico no segundo round contra o experiente Zak Ottow.


Junior dos Santos (vencedor; decisão unânime) vs. Blagoy Ivanov

Categoria dos Pesados

Junior dos Santos, o "Cigano" venceu Blagoy Ivanov por decisão unânime dos arbitros de mesa após uma batalha de cinco rounds completos. Cigano estava voltando de um longo período longe do octogono. Sua última luta pelo UFC ocorreu em havia sido em maio de 2017 contra o ex-campeão da divisão Peso-Pesado, Stipe Miocic.


Apesar da pouca contundência, Cigano passou boa parte do primeiro round controlando o centro do octogono e tentando encurralar Ivanov, partindo para a trocação rápida em poucas ocasiões. No segundo round vimos um round um pouco mais morno, mas ainda assim com Cigano sob vantagem. No round seguinte, na nossa visão, Ivanov saiu com uma ligeira vantagem, já que conseguiu ser mais contundente nas poucas vezes em que atacou Cigano. No quarto e no último e decisivo round Cigano conseguiu mostrar mais disposição garantindo a luta ao seu favor. Os arbitros de mesa deram vitória à Cigano por decisão unânime (50-45, 50-45, 50-45).


Sage Northcutt (vencedor; nocaute técnico; 2R) vs. Zak Ottow

Categoria Meio-Médio

O primeiro round teve inicio já com Ottow pressionando Northcutt. Depois de acerta-lo com um bom soco, conseguiu derruba-lo e passou metade do round no chão tentando obter uma boa posição para finaliza-lo. Mas faltando pouco mais de um minuto para o fim do round inicial, Northcutt conseguiu levantar e dar inicio a uma aproximação mais agressiva sobre Ottow, com boas sequências de socos seguida de uma tentativa de guilhotina em pé que quase pos fim a luta. O gongo soou com Northcutt no chão, montado em Ottow. Apesar de pouco tempo dominando a luta, Northcutt foi muito mais cintundente (na trocação e na tentativa de finalização), garantindo para sí o primeiro round.


O segundo round começou parecido com o anterior. Ottow, sem querer arriscar na trocação, partiu para derrubar (com sucesso) Norhtcutt. Algum tempo depois, Northcutt conseguiu se recuperar, levando a luta para a trocação em pé. Pouco depois, Ottow deixou claro por que estava evitando a qualquer custo trocar socos com o norte-americano. Depois de ser acertado com uma boa sequência, Ottow chegou a se jogar no pé de Northcutt para imobiliza-lo, mas não teve chance, acabou levando diversos socos na lateral da cabeça. Jason Herzog, o arbitro, viu o bastante e decidiu encerrar a luta por nocaute técnico de Sage Northcutt. Boa luta.


Dennis Bermudez vs. Rick Glenn (vencedor; decisão dividida)

Categoria Galo

Dennis Bermudez e Rick Glenn fizeram uma luta de 3 rounds na sequência. Os arbitros de mesa deram vitória por decisão dividida (29-28, 27-30, 29-28) para Rick Glenn. De fato, a luta foi bem apertada com bons momentos para ambos, então chegou-se no final com uma indecisão a respeito de quem poderia ser o vencedor. Com a derrota Bermudez pode ter chegado ao fim de sua carreira no UFC. O atleta, revelado na 14o edição do The Ultimate Fighter, acumulou sua quarta derrota consecutiva. Em suas últimas dez lutas, Bermudez perdeu em seis.


Randy Brown vs. Niko Price (vencedor; nocaute; 2R)

Categoria Meio-Médio

Na terceira luta do card principal, entre os meio-médios Randy Brown e Niko Price vimos um nocaute jamais visto no UFC. Depois de um primeiro round morno, sem grandes momentos para ambos os lados, Niko Price conseguiu um nocaute espetacular no inicio do segundo round. Por baixo, sendo pressionado, Niko prendeu a cabeça de Brown e desferiu diversos socos na lateral da cabeça de Brown deixando-o inconsciente.


Myles Jury vs. Chad Mendes (vencedor; nocaute técnico; 1R)

Categoria Galo

Depois de quase dois anos longe do octógono, Chad Mendes voltou cedento não só por uma vitória, mas uma ótima vitória e contra um adversário bem rankeado. E foi o que aconteceu. Mendes precisou de apenas 3 minutos para vencer a luta por nocaute técnico. Todo seu time da Alpha male, no corner e no vestiário com Sage Northcutt comemorou a vitória do colega. Tão empolgado com a ótima performance, Mendes até desafiou Brock Lesnar na entrevista ainda no octogono, claro por brincadeira. "Quero um rankeado top 10" disse ele em sequência.


Cat Zingano (vencedora; decisão unânme) vs. Marion Reneau

Categoria Pena (Feminino)

A primeira luta do card principal foi o confronto entre Cat Zingano e Marion Reneau, duas "top ten" da divisão Galo (feminina). Vimos um primeiro round bastante apertado, com bons momentos para ambas as lutadoras. No segundo round a balança pesou mais para o lado de Zingano que neutralizou e Reneau por boa parte do round, incusive trocando de igual para igual com a conpatriota. Alguns chutes baixos de Zingano chegaram a desequilibrar a ex-lutadora de kickboxing. No terceiro round, Zingano mais uma vez conseguiu neutralizar Reneau, facilitando a decisão dos arbitros de mesa. Decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26) para Cat Zingano.


Flavio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.