UFC Columbus: Blaydes nocautea Daukaus e pede cinturão

Embora tenha havido poucos noucautes e finalizações, o UFC conseguiu empolgar o público de Columbus, Ohio, que depois de 13 anos pode receber um evento ao vivo da organização. Pela luta principal, o UFC colocou frente a frente dois top contenders da divisão dos pesado: Curtis Blaydes (4o do ranking) e Chris Daukaus (9o). Blaydes levou a melhor ao nocautear Daukaus logo no inicio do segundo round. Ainda no octógono, Blaydes pediu uma disputa de cinturão em sua próxima luta.


Na segunda luta principal da noite, Alexa Grasso (14-3-0) conseguiu sua primeira vitória por finalização após um estrangulamento em Joanne Wood (15-8) ainda no primeiro round. Todas as demais lutas do card principal terminaram pela decisão dos juizes, mas ainda assim foram empolgantes. Matt Brown e Bryan Barberena (vencedor por decisão dividida) fizeram uma luta eletrizante.


Card principal

Curtis Blaydes vs. Chris Daukaus

Categoria: Pesados

Pela luta principal do UFC Columbus, Curtis Blaydes (16-3-1) venceu Chris Daukaus (12-5-0) por nocaute técnico no segundo round

Como esperado o primeiro round se transcorreu todo em pé. Daukaus se destacou pela maior velocidade e volume dos golpes, embora Blaydes tenha sido mais contundente. Logo no inicio do segundo round, Blaydes acertou um poderoso direto de direita na cabeça de Daukaus, levando-o ao chão de imediato. Na sequencia, Blaydes iniciou uma série de golpes contundentes levando ao fim a luta por nocaute técnico.

Joanne Wood vs. Alexa Grasso (Finalização; 1R)

Categoria: Mosca (Feminino)

Em uma luta de apenas 1 round, Alexa Grasso (14-3-0) conseguiu sua primeira vitória por finalização após um estrangulamento em Joanne Wood (15-8) no final do primeiro round.

Matt Brown vs. Bryan Barberena (Decisão dividida)

Categoria: Meio-Médio

Em uma luta bastante parelha, o experiente Matt Brown (25-19-0) foi derrotado por Bryan Barberena (17-8-0) por decisão dos árbitros que deram a vitória para Barberena por decisão dividida (29–28, 28–29, 29–28).

Brown e Barberena fizeram um round inicial bastante parelho, com uma ligeira vantagem para Brown pelo seu jogo de chão eficiente no começo do round. O ritmo do segundo round continuou intenso, mas dessa vez Barberena foi melhor, impondo um maior volume de golpes. No final do round ficou evidente o cansaço de Brown por conta do ritmo imposto por Barberena. O round final foi o mais equilibrado e, sem duvida o mais empolgante. Exaustos, os dois lutadores se entregaram no round. No minuto final, vimos uma trocação franca entre dois. Barberene esteve muito próximo de nocautear Brown nos segundos finais.

Askar Askarov (Decisão unânime) vs. Kai Kara-France

Categoria: Mosca

Em uma luta empolgante, uma das melhores da noite, Kai Kara-France (24–9-0) venceu Askar Askarov (14-1-1) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Kara-France e Askarov fizeram um primeiro round eletrizante. A luta esteve equilibrada até o final do round, onde Askarov passou a dominar Kai Kara após dominar suas costas. Por muito pouco Kai Kara quase foi finalizado em duas oportunidades. O segundo round foi ainda mais empolgante. Askarov estava levando o round até que Kai Kara conseguiu reverter o resultado do round com sua eficiente trocação. Askarov chegou a cambalear em diversos momentos no round. O round final continuou intenso. Askarov se saiu ligeiramente melhor, assumindo o ritmo da luta, buscando mais as quedas e finalizações.

Neil Magny (Decisão dividida) vs. Max Griffin

Categoria: Meio-Médios

De virada, Neil Magny (26-9) venceu Max Griffin (18-9) após sofrer um knock-down ainda no primeiro round. Magny se recuperou e se saiu melhor nos dois rounds segundos, vencendo a luta por decisão dividida (29-28, 29-28, 28-29). Ainda no octógono, Magny pediu uma luta com Khamzat Chimaev, um dos lutadores mais temidos da divisão dos meio-médios atualmente.


Mais ativo na luta, Griffin foi melhor na trocação, conseguindo inclusive um knock-down no round inicial. No segundo round, Magny conseguiu se recuperar. Embora a luta tenha ficado mais intensa, foi Magny que se saiu ligeiramente melhor. Magny foi ainda mais dominante no round final. Griffin teve pouco espaço para desenvolver seu jogo em boa parte do round. Surpreendeu a recuperação de Magny ao longo da luta, assim como seu cardio.


Marc Diakiese (Decisão unânime) vs. Viacheslav Borschev

Categoria: Leves

Iniciando o card principal, Marc Diakiese (14-5-0) venceu Viacheslav Borschev (6-1-0) por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27).

Apesar da boa trocação como característica principal, Diakiese começou a luta buscando o jogo de wrestler. Porém, Borschev conseguiu se defender bem por algum tempo. No único momento em que a luta foi para a trocação Borschev foi melhor, mas não o suficiente para levar o round. No segundo round, Diakiese manteve seu jogo de chão dominante garantindo novamente a pontuação ao seu favor. Mais cansado no round final, novamente Borschev foi uma presa fácil para o jogo de wrestler de Diakiese. Porém a estratégia eficiente de Diakiese foi bastante criticada pela torcida no Nationwide Arena, que chegou a vaiar a luta em alguns momentos.


Por Silvio e Flavio Doria