UFC Boston: Dominick Reyes e Yair Rodriguez brilham em Boston

Muito provavelmente o próximo adversário de Jon Jones na divisão dos meio-pesados já foi escolhido. Com a vitória contundente de Dominick Reyes (12-0-0) sobre Chris Weidman (14-5-0) nos minutos iniciais do primeiro round, ele se credencia para a disputa do cinturão. Reyes já é o quarto meio-pesado com a maior sequência de vitórias consecutivas na história do UFC (6 vitórias), o primeiro é Jones (com 13 vitórias). Em uma luta bastante aguardada, possivelmente a mais esperada da noite, Yair Rodríguez (12-2-0) venceu Jeremy Stephens (28-17-0) em uma batalha de três rounds. O apoio da torcida local não foi suficiente para parar o mexicano Yair que também vem ascendendo rápido em sua divisão. Também chamou a atenção a boa vitória da estrela feminina do UFC hoje, Maycee Barber (8-0-0) que venceu de forma contundente Gillian Robertson (7-4-0).


Card principal


Dominick Reyes vs. Chris Weidman

Categoria: Meio-Pesado


Em uma luta rápida, Dominick Reyes (12-0-0) acertou um contra-golpe de esquerda em Chris Weidman (14-5-0) ainda no início do primeiro round levando-o ao chão. Em seguida, Reyes o atacou com uma sequência de golpes contundentes, que levaram Herb Dean a encerrar a luta.


Maior sequência de vitórias consecutivas na história da divisão dos Meio-Pesados

13 - Jon Jones

08 - Lyoto Machida

07 - Chuck Liddell

06 - Dominick Reyes

06 - Alexander Gustafsson


Yair Rodríguez vs. Jeremy Stephens

Categoria: Pena

Yair Rodríguez venceu Jeremy Stephens por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Em uma luta bastante aguardada, possivelmente a mais esperada da noite, Yair Rodríguez (12-2-0) venceu Jeremy Stephens (28-17-0). Os dois deveriam ter feito a luta principal do UFC México, dia 21 de setembro, mas o combate foi suspenso em apenas 15 segundos por conta de uma dedada involuntária de Rodriguez no olho de Stephens. Menos de um mês depois, os dois têm agora a oportunidade de acertar contas dentro do octógono.


O round inicial foi intenso. Mais agressivo, Yair começou a luta com um chute alto rosto de Stephens. Ao longo da luta, Yair continuou melhor na trocação, mirando a linha de cintura de Stephens, seu ponto fraco. No round seguinte, Yair acertou um golpe na linha de cintura de Stephans, que claramente sentiu o golpe. Abalado, Stephens virou um alvo fácil para uma sequência de golpes contundentes de Yair. No final do round, Stephens se recuperou e começou a pressionar Yair. Stephens foi para o último round precisando de uma finalização/nocaute. E até que ele tentou, Stephens claramente levou o round, mas não foi o suficiente para rever o resultado desfavorável na luta.


Ao final do terceiro round, os árbitros deram vitória para Yair Rodríguez por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).


Greg Hardy vs. Ben Sosoli

Categoria: Pesado


Em uma luta morna, Greg Hardy (6-1-0) venceu Ben Sosoli (7-3-0) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).


O primeiro round foi bem contido de ambos os lutadores. Nas poucas vezes em que atacou, Hardy foi mais efetivo. O segundo round foi quase um replay do anterior. Mais rápido nas esquivas, Hardy foi mais efetivo nas poucas vezes que atacou. Hardy fez um round com o livro de regras de baixo do braço, sem risco algum. Um fato curioso, no intervalo do segundo para o terceiro round, Hardy usou discretamente uma bombinha. Poucos segundos depois, na transmissão original da ESPN, Vice-Presidente do UFC para assuntos regulatórios, Marc Ratner disse "completamente ilegal. Não há dúvidas sobre isso". No terceiro round, Hardy continuou administrando a luta, garantindo o resultado a seu favor.


Maior sequência de vitória de lutadores (ativos) na divisão dos pesados

3 - Francis Ngannou

3 - Maurice Greene

3 - Augusto Sakai

3 - Greg Hardy Jr


Joe Lauzon vs. Jonathan Pearce

Categoria: Leve

Joe Lauzon vence Jonathan Pearce por nocaute técnico

Os dois começaram a luta bastante soltos, trocando golpes em pé. Lauzon levou a melhor na trocação inicial, derrubou com muito esforço Pearce. No chão, Lauzon caiu por cima prendendo um dos braços de apoio de Pearce e iniciou uma série de golpes contundentes que levaram o fim da luta.


Foi uma importante vitória para Lauzon que não só vinha de uma sequência ruim (3 derrotas consecutivas), mas também lutava em casa.


Maior sequência de nocaute técnicos no UFC

16 - Donald Cerrone

14 - Vitor Belfort

14 - Anderson Silva

14 - Charles Oliveira

13 - Matt Hughes

13 - Frank Mir

13 - Joe Lauzon


Maycee Barber vs. Gillian Robertson

Categoria: Mosca (Feminino)

Maycee Barber vence Gillian Robertson por nocaute técnico no 1R

Ainda no primeiro round, a promessa da divisão mosca (feminino) Maycee Barber (8-0-0) venceu de forma contundente Gillian Robertson (7-4-0). Quase no final do round, Barber soltou uma sequência de golpes contundentes sem fim, levando a interrupção da luta.

Com a vitória, Barber se juntou a Amanda Nunes e Cris Cyborg com a maior sequência consecutiva (3) de nocautes em toda divisão feminina do UFC. Em entrevista ainda no octógono, Barber pediu Paige VanZant como adversária para uma próxima luta.


Deron Winn vs. Darren Stewart

Categoria: Médio


Na primeira luta do card principal, Darren Stewart (11-4-0) venceu Deron Winn (6-1-0) por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28), um resultado controverso na nossa visão.


Winn começou o primeiro round tomando a iniciativa, buscando a luta agarrada, porém chegou a levar alguns golpes (cotoveladas principalmente) de Stewart. Pouco depois, Winn conseguiu colocar para baixo seu adversário, mas com pouca efetividade no chão. No segundo round, Winn manteve sua estratégia de encurtar a distância e buscar a luta agarrada, neutralizando o jogo de Stewart. No final do round, Stewart acertou um bom golpe mas foi interrompido de iniciar uma sequência pelo soar do gongo. Obedecendo orientação de seu corner, Winn focou o último round na luta em pé, mas se tornou um alvo fácil (e estático) para Stewart. Do meio para o final, Winn conseguiu derrubar Stewart e passou o final do round tentando ajustar uma posição.


Ao final, os árbitros deram vitória para Darren Stewart por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28).


Por Silvio & Flávio Dória

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.