UFC Auckland: Dan Hooker aposenta Paul Felder; Brasileiros brilham no evento

O duelo peso-leve entre Paul Felder (17-5-0) e Dan Hooker (21-8-0) encerrou a noite de lutas em Auckland, na Nova Zelândia. Ambos travaram uma batalha de cinco rounds completos. Porém, na decisão dos árbitros, Dan Hooker venceu Paul Felder por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47). Felder, ainda no octógono, anunciou sua aposentadoria após a decisão.


Na segunda principal luta da noite, Jimmy Crute (11-1-0) venceu Michał Oleksiejczuk (14-4-1) por finalização ainda no primeiro round.Crute estava dominando o round. O atleta da casa fez um excelente jogo de grappling, não dando espaço para Oleksiejczuk desenvolver seu jogo e o derrubando diversas vezes (8 na nossa em contagem). Em uma dessas quedas, Crude caiu por cima e acertou um boa posição, conseguindo uma chave de braço (Kimura), muito bem aplicada.


Yan Xiaonan foi outro destaque no card principal. Xiaonan (12-1-1) com ampla margem Karolina Kowalkiewicz (12-6-0). A performance de Xiaonan foi contundente, se firmando com um dos principais nomes da divisão palha, cuja detentora do cinturão é outra chinesa, Weili Zhang.


Entre os brasileiros, o destaque ficou para Priscila Cachoeira (9-4-0), que conseguiu sua primeira vitória no UFC ao nocautear ainda no primeiro round a norte-americana Shana Dobson (3-4-0). Após o nocaute, Priscila ficou bastante emocionada, chorando e gritando no octógono. Foi uma ótima performance e sua comemoração emocionou todos os presentes, arrancando aplausos da torcida na Spark Arena em Auckland. Priscila vinha de uma sequência de três derrotas consecutivas (para, na sequência, Valentina Shevchenko, Molly McCann e Luana Carolina).


Card principal


Paul Felder vs. Dan Hooker

Categoria: Leve

Dan Hooker vence Paul Felder por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47)

O duelo peso-leve entre Paul Felder (17-5-0) e Dan Hooker (21-8-0) encerrou a noite de lutas em Auckland, na Nova Zelândia. Ambos travaram uma batalha de cinco rounds completos. Porém, na decisão dos árbitros, Dan Hooker venceu Paul Felder por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47). Felder, ainda no octógono, anunciou sua aposentadoria após a decisão.


O primeiro round foi bastante parelho.Porém, vimos uma ligeira vantagem para Felder, que dominou o centro do octógono e conectou os melhores golpes no round, embora Hooker tenha mostrado um maior volume de golpes. Felder voltou para o segundo round com o olho direito praticamente fechado. Isso pode ter afetado o desempenho de Felder, que pareceu mais contido no round. Hooker foi melhor no round em nossa visão. O terceiro round foi o mais apertado e de difícil pontuação. Hooker se saiu melhor na nossa visão, mais contundente no round. A prova disso foi o rosto de Felder, bastante marcado. Felder voltou a pressionar no quarto round, dominando o centro do octógono e desferindo mais combinações. Hooker chegou até a buscar a luta no solo, talvez para arrefecer o ritmo de Felder. Ambos os lutadores entraram para o quinto round com o rosto bastante machucado. Não à toa, boa parte da luta se transcorreu em pé. Mais consistente, Felder foi melhor no round final, acertando a maior quantidade de golpes significantes desferidos.


Atual sexto colocado na divisão, o americano Felder vinha de cinco vitórias em suas últimas seis lutas. Em sua última aparição no octógono, em setembro, derrotou o brasileiro Edson Barboza por decisão dividida. Já o neozelandês Hooker vinha de seis triunfos em sete confrontos. No último, em outubro, venceu o americano Al Iaquinta por decisão.


Jimmy Crute vs. Michał Oleksiejczuk

Categoria: Meio-Pesado

Jimmy Crute (11-1-0) vence Michał Oleksiejczuk (14-4-1) por finalização no 1R

Jimmy Crute (11-1-0) venceu Michał Oleksiejczuk (14-4-1) por finalização ainda no primeiro round.Crute estava dominando o round. O atleta ta casa fez um excelente jogo de grappling, não dando espaço para Oleksiejczuk desenvolver seu jogo e o derrubando diversas vezes (8 na nossa em contagem). Em uma dessas quedas, Crude caiu por cima e acertou um boa posição, conseguindo uma chave de braço (Kimura), muito bem aplicada.


Karolina Kowalkiewicz vs. Yan Xiaonan

Categoria: Palha (feminino)

Yan Xiaonan vence Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime (30–26, 30–26, 30–26)

Yan Xiaonan (12-1-1) com ampla margem Karolina Kowalkiewicz (12-6-0). A performance de Xiaonan foi contundente, se firmando com um dos principais nomes da divisão palha, cuja detentora do cinturão é outra chinesa, Weili Zhang.


Xiaonan fez um ótimo primeiro round. A chinesa começou bastante agressiva, partindo para cima com uma boa trocação e assertividade nos golpes. Impressionou a força dos golpes desferidos por Xiaonan. Kowalkiewicz terminou o round com um grande inchaço no rosto. No intervalo do round, Kowalkiewicz alegou não estar enxergando em um dos olhos por conta de um dedo no olho. E ela, por todo o round, pareceu estar incomodada com o olho. Kowalkiewicz claramente ficou acuada no segundo round, sofrendo uma pressão enorme da chinesa. Kowalkiewicz mais uma vez esteve bastante incomodada com seu olho. A chinesa por outro lado, continuou com um ritmo forte. Kowalkiewicz continuou atrás no terceiro round. Ela até tentou uma chave de perna e uma guilhotina, mas sem sucesso.


Chamou atenção a entrada de Kowalkiewicz no octógono. Ao aparecer no corredor a caminho do octógono ela pareceu chorar por algum momento. Geralmente a polonesa é muito fria em suas entradas, não demonstrando emoção mesmo quando anunciada por Bruce Buffer.


Ben Sosoli vs. Marcos Rogério de Lima

Categoria: Pesado

Marcos Rogério de Lima vence Ben Sosoli por nocaute técnico no 1R

Em uma luta rápida, Marcos Rogério de Lima (17-6-1) venceu Ben Sosoli (7-3-2) por nocaute técnico ainda no primeiro round. Rogério de Lim, vulgo Pezão, entrou para decidir a luta, desferindo uma sequência de socos e chutes altos em Sosoli. Depois de algumas sequências de bombas, Sosoli foi finalmente derrubado. Aparentemente, Sosoli parecia estar absorvendo bem os golpes, mas a mão pesada de Pezão acabou se sobressaindo.


Brad Riddell vs. Magomed Mustafaev

Categoria: Leve

Brad Riddell vence Magomed Mustafaev por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

Em uma ótima luta, abrindo o card principal, Brad Riddell (8-1-0) venceu Magomed Mustafaev (14-3-0) por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28). Nos estranhou a pontuação em favor de Mustafaev dado o domínio claro de Riddell nos dois últimos rounds.


Logo no começo do primeiro round, Riddell acertou um cruzado certeiro no queixo de Mustafaev, levando-o a knock-down. Porém, Mustafaev se recuperou rápido e chegou a arriscar uma finalização. A partir foi domínio total de Mustafaev, porém o golpe sofrido no início pesou na decisão e ele saiu atrás na pontuação em nossa análise. No segundo round, Riddell foi melhor. Com maior volume de golpes, Riddell foi mais assertivo nos golpes contundentes embora tenha sido pressionado algumas vezes, sobretudo no final do round, na grade. No terceiro e decisivo round, Riddell nos pareceu melhor, aplicando bons golpes em Mustafaev. Em certo momento do round, Mustafaev sentiu um golpe e, como forma de defesa, buscou o jogo na grade para se recuperar. Na sequência, o russo foi novamente pressionado (em pé e no chão). Em certo momento, Riddell, enquanto estava no chão, sobre Mustafaev, chegou a fazer uma graça, levando a torcida ao delírio. O domínio foi total de Riddel no round final, tornando fácil a vida dos árbitros de mesa.


Por Silvio e Flavio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.