UFC 278: Virada digna de filme. Leon Edwards assume cinturão de Usman

Em uma virada digna de filme, Leon Edwards (20-3) nocauteou Kamaru Usman (20-2) e assumiu o cinturão da divisão dos meio-médios. A vitória inacreditável veio após um chute no rosto de Usman no minuto final da luta. Até então, Edwards vinha perdendo todos os rounds, com excessão do primeiro.

Pelo co-main event vimos outra grande luta. Em uma luta intensa, e sangrenta, Paulo Costa “Borrachinha” (14-2) venceu por decisão unânime, Luke Rockhold (16-6). Ambos os lutadores ficaram completamente exaustos durante a luta. O brutal corte de peso de ambos e a altitude de Salt Lack City certamente pesaram sobre a performance de ambos os lutadores. Foi uma dura semana especialmente para Borrachinha. Há poucos dias antes da luta, durante a pesagem oficial, Borrachinha recebeu uma visita inesperada da USADA, no momento em que ele fazia o corte de peso, o que gerou bastante desconforto por parte do brasileiro, que chegou a reclamar à imprensa durante a pesagem.


Emocionado, ao fim da luta, Rockhold aproveitou a oportunidade e anunciou sua aposentadoria do octogono, encerrando sua carreira com um cartel de 16 vitórias e 6 derrotas no MMA.


Card principal

Kamaru Usman vs. Leon Edwards (KO; 5R))

Categoria: Meio-Médio (até 77,1 kg)

Em uma virada inacreditável, Leon Edwards (20-3) nocauteou Kamaru Usman (20-2) a menos de 1 minuto do fim do round, assumindo o cinturão da divisão do meio-médios.


Foi Usman que tomou a iniciativa no primeiro round, pressionando Edwards por todo o round. Porém, perto do fim do round, Edwards conseguiu derrubar Usman, montar e na sequência dominar suas costas. Por diversas vezes Edwards esteve proximo de encaixar um estrangulamento, mas sem sucesso. No segundo round, Usman se saiu melhor, mostrando um maior volume de golpes em pé. Porém, Edwards pareceu absorver bem todos os golpes deferidos, sobretudo no clinch. Novamente, em todos os rounds restantes, Ussman foi dominante, impondo seu conhecido wrestler sobre Edwards. Porém, a menos de 1 minuto para o fim da luta, Edwards acertou um high kick certeiro no queixo de Usman, levando-o a noucate de imediato.


Pós-evento, Edwards recebeu o bônus de performance da noite.


Paulo Costa “Borrachinha” (decisão unânime; 30–27, 30–27, 30–27) vs. Luke Rockhold

Categoria: Médios (até 83,9 kg)


Em uma luta intensa, e sangrenta, Paulo Costa “Borrachinha” (14-2) venceu por decisão unânime (30–27, 30–27, 30–27), Luke Rockhold (16-6). Ambos os lutadores ficaram completamente exaustos durante a luta. O brutal corte de peso de ambos e a altitude de Salt Lack City certamente pesaram sobre a performance de ambos os lutadores. Foi uma dura semana especialmente para Borrachinha. Há poucos dias antes da luta, durante a pesagem oficial, Borrachinha recebeu uma visita inesperada da USADA, no momento em que ele fazia o corte de peso, o que gerou bastante desconforto por parte do brasileiro, que chegou a reclamar à imprensa durante a pesagem.


Emocia, ao fim da luta, Rockhold aproveitou a oportunidade e anunciou sua aposentadoria do octogono, encerrando sua carreira com um cartel de 16 vitóris e 6 derrotas no MMA.


Borrachinha fez um excelente primeiro round, deixando Rockhold completamente exausto. Borrachinha conseguiu desferir bons golpes em Rockhold na trocação em pé. No chão, o brasileiro também conseguiu fazer um bom trabalho. No segundo round, ambos pareciam completamente exaustos (Rockhold principalmente). Com poucos ataques de ambos os lados, o round foi bastante parelho. Porém, em nossa visão Borrachinha pareceu ser mais contundente, sobretudo no final do round.


No round final, Borrachinha foi mais ativo na trocação. Rockhold embora muito cansado, conseguiu acertar poucos, mas contundentes golpes no brasileiro. No final do round, após Rockhold tentar derrubar Borrachinha, o brasileiro conseguiu se defender com um sprawl e conseguiu domina-lo no chão por alguns minutos. Perto do fim, Rockhold chegou a reverter a posição, ficando sobre o brasileiro, mas já não havia tempo.


Pós-evento, Borrachinha e Rockhold receberam o bônus de luta da noite.


Jose Aldo vs. Merab Dvalishvili (decisão unânime; 29-28, 29-28, 30-27)

Categoria: Galo (até 61,2 kg)


Após três rounds completos, Merab Dvalishvili (15-4) venceu o veterâno Jose Aldo (31-8) por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27).


Aldo e Dvalishvili fizeram um round inicial bastante parelho. Dvalishvili foi mais ativo durante todo o round, o que lhe garantiu a pontuação. Porém, nos poucos momentos de ataque de Aldo, ele conseguiu desferir bons golpes no corpo de Dvalishvili. No segundo round, Dvalishvili teve sucesso em anular o jogo de Aldo, levando-o no clinch. Embora pouco contundente, Dvalishvili garantiu alguns pontos, frustrando Aldo. No round final, Aldo continuou pouco ativo, permitindo que Dvalishvili desenvolvesse seu jogo sem dificuldade. Vale destacar a boa defesa de quedas de Aldo, que em nenhum momento da luta, foi derrubado por Dvalishvili.


Yanan Wu vs. Lucie Pudilova (TKO; 2R)

Categoria: Galo-feminino (até 61,2 kg)


Pela divisão galo (feminino), Lucie Pudilova (15-7) conseguiu vencer Yanan Wu (13-6) por nocaute técnico, após uma sequência de cotoveladas brutais desferidas a partir de uma posição dominante no chão.


Embora tenha sido pouco contundente no primeiro roud, Pudilova conseguiu dominar Wu em boa parte do round, com ssua shabilidades no chão. Após derrubar Wu no inicio do round, Pudilova passou boa parte do tempo na meia guarda, tentando amassar a adversária, até conseguir uma melhor posição. No segundo round, Pudilova conseguiu ser mais contundente no chão. Perto do fim do round, Pudilova conseguiu derrubar Wu e, sem sucessso, tentou finaliza-la em um estrangulamento, em suas costas. Pouco depois, ao mudar de posição, em uma montada, Pudilova iniciou uma série de golpes contundentes se brutais em Wu, levando ao fim a luta.


Tyson Pedro (TKO; 1R) vs. Harry Hunsucker

Categoria: Meio-Pesado (até 92,9 kg)


Abrindo o card principal, Tyson Pedro (9-3) venceu com facilidade Harry Hunsucker (7-6) ainda no primeiro round. A luta foi rapida, terminando em exatos 1 minutos e 5 segundos. Pedro acertou um bom jab em Hunsucker e, na sequencia, o acertou com um poderoso chute na região do abdomen, levando-o a nocaute técnico.

Por Silvio e Flavio Doria