UFC 247: Jon Jones quebra o recorde de defesas de GSP e Valentina se consolida na divisão mosca

A cidade de Houston, no Texas (Estados Unidos) recebeu mais uma edição numerada do UFC. O evento foi histórico. Na principal luta do card, Jon Jones (26-1-1) venceu Dominick Reyes (12-1-0) por decisão unânime (48-47, 48-47, 49-46) e manteve o cinturão dos meio-pesados. Com a vitória, Jon Jones ultrapassou Georges St-Pierre em mais defesas bem sucedidas na história do UFC. Foram 14 defesas bem sucedidas de Jon Jones. Em outra luta valendo o cinturão, dessa vez dos mosca (feminino), Valentina Shevchenko (18-3-0) venceu Katlyn Chookagian (13-2-0) por nocaute técnico no terceiro round e manteve seu cinturão. A vitória consolida Valentina como o maior nome hoje na divisão mosca da categoria feminina do UFC e o segundo maior reinado atual do UFC em defesas consecutivas, atrás apenas de Amanda Nunes (com cinco defesas consecutivas).


Card principal


Jon Jones vs. Dominick Reyes

Categoria: Meio-Pesado

Jon Jones (26-1-1) vence Dominick Reyes (12-1-0) por decisão unânime (48-47, 48-47, 49-46)

Em uma luta histórica, Jon Jones (26-1-1) venceu Dominick Reyes (12-1-0) por decisão unânime (48-47, 48-47, 49-46) e manteve o cinturão dos meio-pesados. Com a vitória, Jon Jones ultrapassou Georges St-Pierre em mais defesas bem sucedidas na história do UFC. Foram 14 defesas bem sucedidas de Jon Jones.


O primeiro round começou de forma intensa. Diferente de outros lutadores que já enfrentaram Jon Jones, Reyes começou tomando a iniciativa. Reyes foi bastante agressivo, trocando golpes de igual para igual com Jones. No round seguinte, a pressão de Reyes se intensificou. Reyes parecia correr atrás de Jones pelo octógono, desferindo uma série de golpes. Jones porém, fez um bom trabalho de esquiva, escapando de diversos golpes e absorvendo muito bem outros. Apesar da maior pressão sofrida, Jon permaneceu bastante calmo, mesmo nos piores momentos no round. Já no terceiro round, a luta ficou mais parelha e o ritmo de Reyes caiu na luta. No quarto e quinto round, Jones foi claramente melhor, enquanto que Reyes já mostrava claramente sinais de cansaço. Na decisão dos árbitros, Jones venceu por decisão unânime (48-47, 48-47, 49-46).


Nossa visão foi de que o resultado foi justo. Apesar de Jones ter perdido o segundo round, e outros dois (primeiro e terceiro) terem sido bastante parelhos, Jones venceu claramente os dois últimos e manteve o seu ritmo de jogo inalterado em todos os rounds. A consistência no final acabou prevalecendo.


Valentina Shevchenko vs. Katlyn Chookagian

Categoria: Mosca (feminino)

Valentina Shevchenko (18-3-0) vence Katlyn Chookagian (13-2-0) por nocaute técnico no 3R

Em uma luta valendo o cinturão mosca (feminino), Valentina Shevchenko (18-3-0) venceu Katlyn Chookagian (13-2-0) por nocaute técnico no terceiro round e manteve seu cinturão. A vitória consolida Valentina como o maior nome hoje na divisão mosca da categoria feminina do UFC e o segundo maior reinado atual do UFC em defesas consecutivas, atrás apenas de Amanda Nunes (com cinco defesas consecutivas).


Valentina começou muito bem a luta, vencendo claramente o primeiro round. Valentina mostrou ser mais rápida que Chookagian, e ao mesmo tempo mostrar mais potência nos golpes. No final do primeiro round, após uma queda bem sucedida, Valentina conseguiu desferir uma cotovelada em Chookagian, provocando um corte profundo em sua testa. No segundo round, Valentina manteve seu ritmo intenso, dominando em todas as áreas. Chookagian foi alvo de diversos chutes de Valentina, na altura das pernas e cabeça. E da mesma forma que o round anterior, Valentina também conseguiu derrubar e dominar Chookagian no chão, um prenúncio para o fim da luta. No round seguinte, mais uma vez Valentina conseguiu uma boa queda, porém dessa vez ela conseguiu uma boa posição (crucifixo), o que permitiu a ela desferir uma série de socos e cotoveladas em Chookagian, sem que ela tivesse chance de se defender. Então, o árbitro decidiu encerrar a luta, dando vitória a Valentina por nocaute técnico. Um resultado justo e que consolida Valentina como o maior nome hoje na divisão mosca da categoria feminina do UFC.


Juan Adams vs. Justin Tafa

Categoria: Pesado


Em uma luta rápida, Justin Tafa (4-1-0) venceu Juan Adams (5-3-0) em pouco menos de dois minutos por nocaute técnico. Adams agora fica em situação dificil na organização, acumulando três derrotas consecutivas (perdeu para, na sequência: Arjan Singh Bhullar, Greg Hardy e agora Tafa).


Mirsad Bektić vs. Dan Ige

Categoria: Pena


Em uma luta por decisão dividida (28–29, 29–28, 29–28), Dan Ige (13-2-0) venceu Mirsad Bektić (13-3-0) pela divisão dos penas. Em boa fase na organização, Ige agora já acumula cinco vitórias consecutivas em sua divisão.


Derrick Lewis vs. Ilir Latifi

Categoria: Pesado

Derrick Lewis (23-7-1) vence Ilir Latifi (15-8-1) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Na primeiro luta do card principal, Derrick Lewis (23-7-1) venceu Ilir Latifi (15-8-1) por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).


Lewis começou bem o primeiro round. Conseguiu se defender bem das tentativas de quedas de Latifi. Além disso, Lewis conseguiu aplicar duas joelhadas no rosto de Latifi. O segundo round se manteve parecido. Latifi tentou por todo o round encurtar a distância e buscar a queda (com sucesso inclusive). Por outro lado, Lewis esteve melhor em pé, conseguiu outra boa joelhada, porém quando esteve no chão deixou a desejar. No round final, Latifi se manteve na frente, com a mesma estratégia. Faltando dois minutos para o fim da luta, após Lewis se desvencilhar de Latifi no chão ele partiu pra cima de Latifi de forma mais contundente, mas na nossa visão não o suficiente pra virar o round.


Por: Silvio Dória e Flávio Dória

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.