UFC 246: McGregor vence Cerrone de forma contundente

Depois de mais de um ano longe do octógono, Conor McGregor retornou e de forma avassaladora. Em uma luta relâmpago, Conor McGregor (21-4-0) venceu de forma contundente Donald Cerrone (36-13-0) ainda no primeiro round! McGregor iniciou o round quase acertando Cerrone com um direto. Na sequência, Cerrone foi acertado por uma série de ombradas (uma delas quebrou o nariz de Cerrone segundo o próprio). Pouco depois, um chute alto, seguido de uma sequência de golpes contundentes levaram o fim da luta por nocaute técnico!


A segunda principal luta da noite, no entanto, não teve o mesmo brilho. Em uma luta bastante parelha e pouco empolgante, Holly Holm (12-5-0) venceu (novamente) Raquel Pennington (10-8-0), agora por por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27).


Único brasileiro no card (a Comissão Atlética do Estado de Nevada cancelou a luta entre Claudia Gadelha e Alexa Grasso devido a Grasso estar acima do limite de peso permitido), Carlos Diego Ferreira (17-2-0) venceu facilmente Anthony Pettis (22-10-0) por finalização. Antes de a luta começar já era esperado que Diego usasse seu jiu-jitsu como estratégia principal contra Pettis. Diego agora é o terceiro da divisão dos leves com a maior sequência de vitórias (6, atrás somente de Tony Ferguson com 12 e Khabib Nurmagomedov com 11).


Card principal


Conor McGregor vs. Donald Cerrone

Categoria: Meio-Médio

Conor McGregor vence Donald Cerrone por Nocaute Técnico no 1R
Conor McGregor vence Donald Cerrone por Nocaute Técnico no 1R

Em uma luta relâmpago, Conor McGregor (21-4-0) venceu de forma contundente Donald Cerrone (36-13-0) ainda no primeiro round! McGregor iniciou o round quase acertando Cerrone com um direto. Na sequência, Cerrone foi acertado por uma série de ombradas (uma delas quebrou o nariz de Cerrone segundo o próprio). Pouco depois, um chute alto, seguido de uma sequência de golpes contundentes levaram o fim da luta por nocaute técnico!


Holly Holm vs. Raquel Pennington

Categoria: Galo (Feminino)

Holly Holm venceu Raquel Pennington por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27)
Holly Holm venceu Raquel Pennington por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27)

Em uma luta bastante parelha e pouco empolgante, Holly Holm (12-5-0) venceu (novamente) Raquel Pennington (10-8-0), agora por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27).


Holm foi melhor no primeiro round. Holm dominou boa parte do round, colocando Pennington sob pressão na grade. No finalzinho do round ainda chegou a arriscar uma guilhotina, sem grande contundência. No volume de golpes no round, Holm também foi superior. Holm, no segundo round, novamente não deu brecha para Pennington desenvolver seu jogo e continuou pressionando muito bem Pennington sobre a grade. Porém do meio para o final do round, Pennington conseguiu um maior volume de golpes, tornando o round bastante parelho. O terceiro round foi ainda mais parelho que o anterior. Holm manteve o controle da luta, com a mesma estratégia (de pressionar Pennington na grade). Além disso, foi ligeiramente superior no volume de golpes.


Aleksei Oleinik vs. Maurice Greene

Categoria: Pesado

Aleksei Oleinik venceu Maurice Greene por finalização no 2R
Aleksei Oleinik venceu Maurice Greene por finalização no 2R

Lutando pelos pesados, Aleksei Oleinik (58-13-1) venceu Maurice Greene (8-5-0) por finalização em uma luta impecável (e exaustiva). Com essa vitória Oleinik se tornou o único lutador de MMA a ter vitórias em quatro diferentes décadas (1990, 2000, 2010 e 2020)!


O primeiro round começou bastante movimentado, com ambos, Oleinik e Greene, tendo seus momentos no chão. Greene foi superior no volume de golpes, mas sem dúvida os golpes mais contundentes e tentativas de finalização mais decisivas vieram do russo. Oleinik começou o 2R mais cansado por conta do esforço empreendido no final do round anterior e se tornou um alvo fácil para os golpes de Greene. Porém quando Oleinik levou a luta para o chão o jogo novamente se inverteu.


Brian Kelleher vs. Ode Osbourne

Categoria: Galo


Em uma luta rápida e sensacional, Brian Kelleher (20-10-0) venceu Ode Osbourne (8-3-0) por finalização em pouco mais de 2 minutos de luta. Kelleher derrubou Osbourne e o levou até a grade até ajustar uma poderosa guilhotina em Osbourne, que teve que bater (tap-out) com os pés, pois seus dois braços estavam imobilizados. Osbourne era o favorito, vinha de uma sequência de boas vitórias, ao contrário de Kelleher.


Anthony Pettis vs. Carlos Diego Ferreira

Categoria: Leve

Carlos Diego Ferreira venceu Anthony Pettis por finalização no 2R
Carlos Diego Ferreira venceu Anthony Pettis por finalização no 2R

Na primeira luta do card principal, Carlos Diego Ferreira (17-2-0) venceu facilmente Anthony Pettis (22-10-0) por finalização. Antes de a luta começar já era esperado que Diego usasse seu jiu-jitsu como estratégia principal contra Pettis. Diego agora é o terceiro da divisão dos leves com a maior sequência de vitórias (6, atrás somente de Tony Ferguson com 12 e Khabib Nurmagomedov com 11).


Diego começou bem o primeiro round. O brasileiro passou boa parte do round dominando o centro do octógono. Na trocação, Diego também foi superior. No melhor momento do round, Diego buscou as costas de Pettis, derrubou-o e tentou ajustar uma finalização sem sucesso. No início do segundo round, novamente Diego assumiu as cotas de Pettis no chão, mas sem sucesso. Logo depois, Diego tentou o estrangulamento de outra forma, não mais pelas costas de Pettis e o finalizou facilmente.


Maior sequência de vitórias consecutivas na divisão dos leves:

1) 12 - Tony Ferguson

2) 11 - Khabib Nurmagomedov

3) 6 - Diego Ferreira

4) 6 - Islam Makhachev

5) 6 - Charles Oliveira


Por Silvio & Flávio Dória