UFC 244: Masvidal é o lutador "Mais Casca-Grossa" do UFC

O UFC 244 foi um evento histórico, marcado por boas lutas e pela a presença do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a participação de Dwayne Johnson, o The Rock, e tantos astros da organização presentes, na plateia e no octógono.


Na principal luta da noite, entre Costa Oeste e Costa Leste, Jorge Masvidal (35-13-0) venceu por nocaute técnico (via interrupção médica) Nate Diaz (20-12-0). Na segunda luta principal, Darren Till (18-2-1), em sua estreia nos médios, venceu por decisão dividida (27-30, 29-28, 30-27) Kelvin Gastelum (15-5-0) em uma luta pouco empolgante.


Este seria a primeira vez que um evento do UFC em Manhattan, New York, não teria uma disputa de cinturão. O pequeno problema foi resolvido. Dwayne Douglas Johnson, popularmente conhecido pelo seu nome de ringue (WWE) "The Rock", um dos maiores fenômenos do entretenimento americano subiu no octógono para entregar a Masvidal o cinturão de BMF (Baddest Motherfucker ou O Maior Casca-Gross em uma tradução apropriada). E segundo Dana White, não haverá um novo cinturão como esse: “Não (será defendido). Acontecerá uma vez e acabou. Quem vencer, ganha o cinturão e pode comemorar o título”. A maior conquista para essa luta, no entanto, foi a garantia de próximo desafiante ao título meio-médio, que estará em jogo no dia 14 de dezembro, quando o campeão Kamaru Usman enfrentará Colby Covington no UFC 245.


Card principal


Jorge Masvidal vs. Nate Diaz

Categoria: Meio-Médio

Jorge Masvidal venceu Nate Diaz por nocaute técnico (via interrupção médica)

Na principal luta da noite, entre Costa Oeste e Costa Leste, Jorge Masvidal (35-13-0) venceu por nocaute técnico (via interrupção médica) Nate Diaz (20-12-0).


Masvidal foi dominante no primeiro round. Ainda no inicio do round ele acertou um chute alto certeiro, que fez Diaz cair atordoado. Masvidal até que tentou uma sequência de golpes contundentes, mas sem sucesso. No segundo round mais uma vez Masvidal foi superior por ampla margem. Além de uma série de golpes contundentes e um knock-down, Masvidal conseguiu até quedar Diaz, se mostrando um lutador mais completo (e um BMF de fato). No intervalo do terceiro para o quarto round, a comissão médica achou mais prudente encerrar a luta, dado os ferimentos no rosto de Diaz.


Atual número três entre os meio-médios, Masvidal fez história ao se tornar o dono do nocaute mais rápido do UFC, quando derrotou Ben Askren com uma joelhada voadora em apenas cinco segundos no UFC 239, em julho. Já Nate Diaz, sétimo da divisão, vinha de uma vitória contundente sobre Anthony Pettis, em agosto.


Kelvin Gastelum vs. Darren Till

Categoria: Médio


Em sua estreia na divisão dos médios, Darren Till (18-2-1) venceu por decisão dividida (27-30, 29-28, 30-27) Kelvin Gastelum (15-5-0). O primeiro round foi bastante apertado, com uma boa movimentação de ambos. Vimos uma ligeira vantagem para Gastelum pelo maior número de golpes desferidos. No corner, Till parecia bem inteiro. Se quer ele quis sentar para descansar. O segundo round foi menos intenso. A maior parte do tempo os dois lutadores ficaram se estudando. A pouca combatividade rendeu até algumas vaias da torcida presente no Madson Square Garden. O round final foi ainda mais morno, com bastante respeito de ambos os lados.


Stephen Thompson vs. Vicente Luque

Categoria: Meio-Médio

Stephen Thompson venceu Vicente Luque por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-27)

Stephen Thompson (15-4-1) venceu por pontos (30-26, 30-26, 29-27) o brasileiro Vicente Luque (17-7-1) quase sem grande dificuldade. Luque foi melhor no primeiro round. Os chutes baixos, na panturrilha de Thompson foram bem efetivos. Além disso, o brasileiro mostrou um maior volume de golpes, com destaque para os socos no corpo de Thompson no meio do round. No segundo round a história foi outra. Thompson foi contundente. O americano chegou a derrubar o brasileiro com um chute alto no meio do round. A partir dai Luque foi surpreendido por uma série de golpes contundentes, que o deixaram sem reação. Mais confiante na luta, Thompson se soltou mais e, mais uma vez, dominou o round final. Nossa impressão foi que ele claramente poderia acabar com a luta a qualquer momento, mas não quis assumir risco e garantiu a vitória por pontos.


Derrick Lewis vs. Blagoy Ivanov

Categoria: Pesado

Derrick Lewis venceu Blagoy Ivanov por decisão dividida (30-27, 28-29, 29-28)

Em uma luta parelha, de três rounds, Derrick Lewis (22-7-0) venceu Blagoy Ivanov (18-3-0) por decisão dividida (30-27, 28-29, 29-28). No primeiro round, Ivanov foi superior. No início do round conseguiu derrubar facilmente Lewis. Na sequência quase conseguiu uma finalização por chave de braço, mas sem sucesso. Em pé, o búlgaro também foi superior em volume de golpes. No round seguinte, Lewis foi claramente superior, mesmo tendo sido derrubado e quase finalizado novamente por uma chave de braço. Isso por que o americano foi muito mais agressivo e contundente nos golpes.


Maior número de vitória entre os pesados no UFC:

1) 17 - Andrei Arlovski

2) 16 - Frank Mir

3) 15 - Junior Dos Santos

4) 13 - Stipe Miocic

5) 13 - Derrick Lewis

6) 13 - Stefan Struve


Kevin Lee vs. Gregor Gillespie

Categoria: Leve

Kevin Lee venceu Gregor Gillespie por nocaute no 1R

Em uma luta rápida, Kevin Lee (18-5-0) venceu de forma contundente Gregor Gillespie (13-1-0) por nocaute! A luta estava bastante apertada, com os dois lutadores mostrando um volume de golpes parecido, porém com uma leve vantagem para Lee, mais preciso nos golpes. Até que Lee acertou um chute alto certeiro no rosto de Gillespie, levando-o a nocaute imediato.


Essa foi uma importante vitória para Lee, que além de vir de duas derrotas (para Rafael dos Anjos e Al Iaquinta) consecutivas, derrota um oponente de peso, invicto na organização.


Por Silvio & Flávio Dória

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.