UFC 229: Ferguson e Pettis fazem a luta do ano; Khabib e McGregor iniciam briga generalizada

No UFC da maior luta do ano, entre Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor, quem roubou a cena foi Tony Ferguson e Anthony Pettis. Ambos travaram uma verdadeira batalha. Pettis, com a mão quebrada, ensanguentado e exausto teve que jogar a toalha no intervalo do segundo para o terceiro round. Por outro lado, Ferguson saiu fortalecido como o principal nome da divisão dos Leves hoje, junto com Khabib. Na tão agurdada luta da noite, entre o campeão Khabib Nurmagomedov e o desafiante Conor McGregor, deu a lógica. Como ja era esperado Khabib venceu McGregor por finalização. Foram 4 rounds dominantes por parte de Khabib. Apenas em alguns breves momentos, McGregor chegou a ameaçar Khabib. O destaque negativo da noite veio em seguida a vitória de Khabib. Após a finalização, Khabib pulou o octógono e partiu para cima de Dillon Danis (um dos protagonistas da briga de garrafas entre o time de McGregor e os irmãos Diaz), head coach de jiu jitsu de McGregor dando iniciou a uma enorme confusão envolvendo os russos e o time de McGregor.


Card Principal


Khabib Nurmagomedov vs. Conor McGregor

Categoria: Leve

Khabib Nurmagomedov (vencedor; finalização; 4R) vs. Conor McGregor

A luta mais esperada da noite e possivelmente do ano terminou de um jeito que ninguem esperava. Após uma finalização por estrangulamento de Khabib Nurmagomedov no quarto round se iniciou um confronto entre o time de McGregor e os russos do time de Khabib. Após vencer a luta, Khabib pulou sobre o cage e partiu pra cima de Dillon Danis, coach de jiu jitsu de McGregor. Aparentemente Danis deveria estar ofendendo Khabib durante a luta ou durante a semana nos eventos oficiais de promoção da luta. Ao mesmo tempo em que toda a atenção da segurança se voltava para Khabib e Danis, alguns russos do time de Khabib pularam no octogono para atacar McGregor se iniciando um verdadeiro tumulto.


McGregor (e seu time) teve que sair as pressas do octogono e, em seguida, Khabib e seu time. Khabib nem sequer chegou a receber o cinturão dos leves. Havia um temor da organização que se iniciasse uma confusão na arquibancada caso Khabib fosse anunciado vencedor e mantenedor do título dos leves.


Tony Ferguson vs. Anthony Pettis

Categoria: Leve

Tony Ferguson (vencedor; nocaute técnico; 2R) vs. Anthony Pettis

Em uma luta sangrenta, a melhor luta da noite e uma das melhores do ano, Tony Ferguson venceu por nocaute técnico Anthony Pettis. Tony Ferguson pressionou Pettis por todo o momento nos dois primeiros rounds, sempre indo pra cima e dominando o centro do octogono. Ao mesmo tempo, Pettis também teve breves momentos na luta, chegando a aplicar 2 knockdowns em Ferguson. No segundo round, Ferguson se recuperou de um kwnockdown e acertou Pettis com uma cotovelada brutal, o que provocou um corte profundo na cabeça de Pettis, que logo em sequência também teve seu supercilio cortado. No intervalo para o terceiro round, o treinador de Pettis decidiu encerrar a luta alegando uma fratura em sua mão.


Ovince Saint Preux vs. Dominick Reyes

Categoria: Meio-Pesado

Derrick Lewis (vencedor; nocaute; 3R) vs. Alexander Volkov

Em mais uma luta sensacional, Dominick Reyes venceu Ovince Saint Preux por pontos. No primeiro round, Reyes por diversas vezes quase encerrou a luta, impondo uma sequência brutal sobre Saint Preux. No segundo round, talvez por conta do cansaço de ambos os atletas, a luta ficou mais morna. Mas ainda assim, Reyes seguiu na frente. No terceiro round, o desfecho foi polêmico. Ao soar o gongo no terceiro round, Reyes acertou um poderoso golpe levando Saint Preux ao chão. No entanto, na visão do arbitro, a luta foi encerrada após o nocaute. A decisão foi unânime (30-27, 30-27, 30-27), vitória de Dominick Reyes.


Derrick Lewis vs. Alexander Volkov

Categoria: Pesado

Derrick Lewis (vencedor; nocaute; 3R) vs. Alexander Volkov

Em uma luta improvavel, Derrick Lewis venceu Alexander Volkov por nocaute no último round. Com pouca habilidade e muito coração, Lewis estava tomando um verdadeiro aperto no primeiro e segundo round, mas conseguiu reverter o jogo aplicando um soco certeiro no queixo de Alexander Volkov. Figura, Lewis chegou a tirar o short na entrevista ainda no octogono.


Michele Waterson vs. Felice Herrig

Categoria: Palha (Feminino)

Michele Waterson (vencedora; decisão unânime) vs. Felice Herrig

Na primeira luta do card principal, Michele Waterson venceu por pontos Felice Herrig. A luta foi bastante movimentada mas ao mesmo tempo bastante parelha (sobretudo o primeiro round). No segundo round, a vantagem de Waterson se ampliou, muito por conta de sua boa movimentação de Karatê. Já no terceiro round, a vantagem foi menor. Ao final, os arbitros de mesa deram vitóroa à Waterson por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-28).


Card Preliminar


Ryan Laflare e Tony Martin pelos meio médios e Gray Maynard e Nik Lentz pelos leves fizeram as duas primeiras lutas do card preliminar. Foram duas lutas empolgantes, com um nocaute de Martin no inicio do terceiro round e um nocaute técnico do jovem Lentz sobre o verâno Maynard ainda no segundo round.


Na primeira luta feminina da noite, e a terceira do card preliminar do UFC 229, Yana Kunitskaya venceu Lina Lansberg por pontos. A russa Kunitskaya fez dois bons primeiros rounds, mostrando dominio total na trocação. Apenas no segundo round, o clima da luta acabou esfriando. Sabendo da vitória Kunitskaya começou a amarrar a luta ao mesmo tempo em que Lansberg, vindo de uma sequência negativa na organização, pouco se arriscou durante a luta. Ao final, os arbitros deram vitória por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27) à russa.


Em seguida Scott Holtzman derrotou por nocaute (por cotoveladas) o brasileiro Alan Patrick no terceiro round.


Na segunda luta feminina da noite, vimos uma excelente vitória de Aspen Ladd por nocaute técnico sobre a veterana Tonya Evinger. Ladd se aproveitou de um erro de Evinger, montou e aplicou uma série de golpes contundentes, em seguida pegou as costas de Evinger e iniciou outra sequência de golpes contundentes, levando ao nocaute técnico ainda no primeiro round.


Na sequência, o brasileiro Vicente Luque enfrentou o norte-americano Jalin Turner. Depois de sofrer um soco giratório, Luque conseguiu pegar a nuca de Turner com uma mão e ataca-lo com a outra em uma sequência brutal de golpes, que fizeram o norte-americano cair. A sequência de golpes contundentes continuou no chão, levando Turner a nocaute!


O card preliminar terminou com uma boa luta, entre o brasileiro Jussier Formiga e o atleta local Sergio Pettis. Ao longo de todo o primeiro e segundo round, Pettis mostrou um maior volume de jogo em pé. Apenas no segundo round o brasileiro mostrou sua especialidade, o jogo de chão. No terceiro round, Formiga passou quase todo tempo mochilado buscando um estrugualento. Ao final, os arbitros deram vitória por decisão unânime (30-26, 29-28, 29-28) para o brasileiro. Ainda no octógono, Formiga pediu uma nova luta contra o atual campeão dos Moscas, Henry Cejudo.


Silvio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.