UFC 228: Woodley mantem cinturão; Andrade nocauteia; russo rouba a cena

Marcado por altos e baixos, o UFC 228 conseguiu enfim dar um grande espetáculo para os fãs de MMA. Na luta principal da noite, valendo o cinturão dos meio-médios, Darren Till viu sua primeira derrota, pelo título da divisão, ao ser finalizado pelo campeão, Tyron Woodley. Com a vitória, Woodley se tornou o campeão com mais defesas bem sucedidas (4), seguido de Daniel Cormier (3).


Na segunda luta principal da noite (título alcançado após a disputa do cinturão mosca ser cancelada), Jessica Andrade mostrou ter a mão pesada ao nocauter com um soco a polonesa Karolina Kowalkiewicz. Na luta anterior, o russo Zabit Magomedsharipov, mostrou que é mesmo um dos lutadores mais sinistros dos penas ao finalizar seu adversário com uma rara chave de joelho reta modificada. Na primeira luta do card principal, outro verdadeiro show. Abdul Razak Alhassan nocauteou seu adversário ainda no 1o round, alcançando assim a marca de 10 vitórias, todas por nocaute e no 1o round!


O único fato negativo do evento foi a saída de Nicco Montaño do card. Instantes após a pesagem cerimonial, Dana White decidiu retirar o cinturão mosca (fem) de Nicco Montaño, que o defenderia no co-main event da noite, contra Valentina Shevchenko. Montaño dificuldades em bater o peso da divisão (até 61,2kg) e foi hospitalizada (por complicações nos rins).


Tyron Woodley (vencedor; finalização; 2R) vs. Darren Till

Categoria: Meio-Médio

Tyron Woodley defendeu o cinturão dos Meio-Médios contra o desafiante Darren Till

Woodley iniciou ligeiramente melhor a luta, vencendo o primeiro round. Woodley buscou um mais a luta. Till permaneceu boa parte do round estudando Woodley, só nos últimos segs ficou mais ativo, mas não o suficiente. No inicio do segundo round, Till foi bastante castigado por Woodley, que depois de derruba-lo após um golpe certeiro, iniciou uma sequência brutal de GnP. Pouco depois


Ainda no octógono, Woodley foi graduado faixa preta de Brazilian Jiu-Jitsu por seus treinadores.


Entre os atuais campeões do UFC, Woodley é agora aquele com mais defesas bem sucedidas (4), seguido de Daniel Cormier (3).


Jéssica Andrade (vencedora; nocaute; 1R) vs. Karolina Kowalkiewicz

Categoria: Palha-feminino

Em uma luta rápida, de apenas 1 round. Jessica Andrade conseguiu um nocaute avassalador sobre Karolina Kowalkiewicz!


Andrade já quase havia conseguido o nocaute pouco antes, mas Kowalkiewicz mostrou que é duro na queda. Resistiu enquanto pode.


Zabit Magomedsharipov (vencedor; finalização; 2R) vs. Brandon Davis

Categoria: Pena

Em uma finalização poucas vezes vista na história do UFC, Zabit Magomedsharipov venceu Brandon Davis, atingindo a terceira maior sequência de vitórias na divisão dos penas, só atrás de Max Holloway e Brian Ortega.


O primeiro round foi bem apertado, Zabit Magomedsharipov parecia estar estudando Brandon Davis. Quase não levou seu adversário para o chão. No segundo round, Magomedsharipov tomou o controle da luta, pressionando Davis sob a grade e tentando a todo momento uma queda, sempre focando as costas de Davis. Em um determinado momento da luta, o russo aplicou uma finalização surpreendente!


Yair Rodríguez estava originalmente escalado para enfrentar Magomedsharipov, mas uma lesão acabou tirando-o da luta.


Jimmie Rivera (vencedor; decisão unânime) vs. John Dodson

Categoria: Galo

Luta bem apertada no primeiro round, com uma ligeira vantagem para Rivera que conseguiu conectar mais golpes. Impressiona a velocidade de Dodson ao golpear. O segundo round também foi bem parelho, mas com ligeira vantagem de novo para Rivera. Quase um replay do primeiro round. O round final foi bastante movimentado, como os outros, mas com pouca ação, especialmente de Dodson que aparentemente não estava com um senso de urgência para correr atrás do resultado. Ao final os arbitros deram, com justiça, vitória por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28) a Jimmie Rivera.


Abdul Razak Alhassan (vencedor; nocaute; 1R) e Niko Price

Categoria: Meio-Médio

Abdul Razak Alhassan e Niko Price fizeram a primeira luta do card principal pela divisão dos Meio-Médios.Em uma luta relâmpago, Alhassan conseguiu um nocaute brutal (aos 43 segundos!) sobre Price depois de uma trocação franca com Price. Com essa vitória, Alhassan alcança a marca de 10 vitórias (em 11 lutas), das quais 10 nocautes, todos no primeiro round! Sinistro!


Card Preliminar


Na primeira luta da noite, Jared Brooks e Roberto Sanchez se enfrentaram pelos moscas. O primeiro Round foi bem parelho. Brooks e Sanchez estiveram bem ativos durante todo o round, com Brooks tentando uma chave de calcanhar e Sanchez, com a perna presa mas ao mesmo tempo acertando alguns socos de pouca contundência. O segundo round também foi bem aperto, mas com ligeira vantagem pra Brooks. Brooks a todo custo tentou manter a luta no chão enquanto que Sanchez, tentava se manter ativo, mesmo preso por baixo. O round final não muito diferente do anterior. Brooks amarrou a luta o quanto pode. Somente no final começou a arriscar mais golpes contundentes no chão. Ao final, os arbitros de mesa viram vitória por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28) para Brooks.


Irene Aldana e Lucie Pudilova se enfrentaram na sequência, na primeira luta feminina da noite. Foi uma ótima luta! O primeiro round predominantemente em pé, com bons momentos de ambos os lados, mas com uma ligeira vantagem para Pudilova, que conectou os melhores golpes. Nos ultimos segs ela iniciou uma boa combinação de golpes. Mais um round bem ativo de ambas as partes e predominantemente em pé. Neste round houve um maior equilibrio, mas vimos uma ligeira vantagem para Aldana que mostrou um volume maior de trocações. O último round foi de muita emoção. Sabendo que a luta poderia ir para qualquer lado, ambas as lutadoras deram tudo de si, entrando para uma trocação franca (e sangrenta). Pudilova dominou o centro do octogono, sempre partindo pra cima e com melhores combinações. Por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28), os arbitros de mesa deram a luta para a mexicana Irene Aldana.


Jim Miller e Alex White fizeram uma luta relâmpago em seguida. Em menos de 2 minutos de luta, Miller finalizou White por estrangulamento, depois de acertar um bom golpe, levando-o ao chão! Com a vitória, Miller pos fim a uma sequência de 4 derrotas consecutivas e se tornou o segundo lutador (depois de Joe Lauzon) com maior número de finalizações na divisão dos leves.


Em mais uma excelente luta, Diego Sanchez venceu por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27) Craig White. Sanchez iniciou o round em um ritmo bem forte/agressivo. Na sequência, outro empolgante round! Diego Sanchez mostrou bastante agressividade, trocando golpes em seja qual for a posição. No round final Diego Sanchez quase se complicou, levando um golpe que o fez cambalear. Depois disso, Sanchez pos White pra baixo, mas ainda assim manteve-se bastante ativo.


Em mais uma luta rápida, Darren Stewart venceu por nocaute técnico Charles Byrd. Byrd terminou o primeiro round em vantagem, mostrando um volume de jogo maior, embora sem muita contundência. No segundo round, Stewart se deu melhor. Após sair do clinch, Stewartacertou bons golpes e uma cotovelada mortal, levando Byrd pra lona.


Em outra luta de dois rounds, Geoff Neal nocauteou Frank Camacho com um belo chute. Neal passou todo o primeiro round em vantagem, mostrando um maior volume de golpes em pé. Nos últimos segs do round iniciou uma sequência que quase levou Neal a nocaute. Camacho iniciou o segundo round já bastante cansado. Geoff Neal só precisou de uma sequência um pouco mais forte pra atordoar Camacho. Se aproveitando desse bom momento, Neal acertou um chute certeiro na cabeça de Camacho, que caiu totalmente desconectado.


Aljamain Sterling e Cody Stamann lutam em seguida pela divisão Galo. Sterling dominou o primeiro round. Só no final acabou deixando ser dominado por Stamann. No segundo, após poucos minutos de luta em pé, Sterling levou a luta para o chão e depois de algumas tentativas de finalização, enfim conseguiu pegar Stamann em uma chave de joelho mortal. Com essa vitória, Sterling emplacou duas vitórias consecutivas.


Carla Esparza e Tatiana Suarez se enfrentaram pela última luta do card preliminar. O primeiro round foi de dominio quase que total de Tatiana! Esparza terminou o round com dois grandes hematomas no rosto. O segundo round iniciou como o primeiro terminou, Tatiana dominando Esparza no solo, não dando espaço algum para ela. Impressiona o vigor fisico da Tatiana. No intervalo do 2o para o 3o round ela de fato parecia mais cansada. Mas durante a luta ela pouca demonstra esse cansaço. No terceiro round, vimos o mesmo dos dois anteriores, nesse no entanto, Tatiana foi mais contundente no GnP, não dando outra alternativa ao arbitro, que encerrou a luta por nocaute técnico.


Silvio Dória

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.