ESPN arremata os direitos de transmissão do UFC




Nesta semana o UFC colocou o MMA mais uma vez em um patamar superior, rumo a maior popularização e credibilidade ao esporte. Estamos falando da aquisição dos direitos de transmissão do UFC pela ESPN, o maior canal de esportes do mundo.


O acordo, assinado no dia 23 de maio não foi nenhuma surpresa. Semanas atrás o UFC já havia anunciado que alguns de seus eventos e o programa Dana White’s Tuesday Night Contender Series já seriam transmitidos via stream pela ESPN+, plataforma digital da empresa de telecomunicações.


Pelo acordo, que começa a vigorar a partir de 2019, a ESPN terá o direito de transmissão de 32 eventos por ano (dos quais 20 exibidos na ESPN+ e 12 nos canais ESPN), além de 12 cards preliminares dos eventos numerados (exibidos em PPV). Para isso, a ESPN desembolsará um valor de US$ 1,5 bilhão (algo em torno de R$ 5,5 bilhões de reais) a ser pago ao longo de cinco anos. O valor é quase o dobro do que a FOX Sports pagou ao UFC por um contrato de sete anos. Em valores nominais e pré-estabelecidos, o acordo é sem precendentes na história da organização. No entanto, os benefícios vão muito além. "A plataforma multimídia da ESPN é o lar perfeito para o UFC e proporcionará um temendo valor para ambas as partes. Os fãs do UFC são apaixonados e leais e planejamos trazer todo o poder da cobertura ao vivo da ESPN e sua distribuição inigualável para atendê-los de uma maneira inigualável" disse o presidente da ESPN, Jimmy Pitaro. "Todos os anos nesses últimos 18 anos, nós sempre fizemos algo para levar esse esporte para um outro patamar e nós fizemos isso de novo com esse acordo. Estamos no que todos consideram como o líder global em esportes" disse Dana White, presidente do UFC.


Até o final deste ano, o UFC continuará a ser transmitido pela FOX Sports. O canal havia adquirido a transmissão do evento em 2011 e desde então transmitiu cerca de 119 cards sob os mais diversos veículos do canal: FOX, FS1, FS2, FX, e a extinta FUEL TV. Pode ter pesado contra na negociação FOX/UFC o recente investimento (bilionário) feito pela empresa de telecomunicações na compra dos eventos da WWE Smackdown.


Para os fãs brasileiros à principio nada muda, uma vez que os direitos de transmissão dizem respeito apenas aos Estados Unidos da América e que a Globosat ainda possui os direitos de transmissão do UFC no Brasil.


Flavio Doria

Pós-Luta / Post-Fight

Nosso objetivo é trazer a nossos leitores reportagens e análises de qualidade, além de coberturas play-by-play de eventos do mundo do MMA e do Boxe. Trabalho desenvolvido por Silvio e Flavio Doria (registro de jornalistas: MTB 0082740/SP e MTB 0080216/SP, respectivamente), ambos membros da MMA Journalists Association. 

PosLuta.com | Copyright © 2019 | Todos os direitos reservados.